Liga: Quem são os “reis” do fora-de-jogo?

Hélder Postiga foi o dono da tabela dos “offsides” aquando das passagens pelo Sporting e pelo Saragoça e em Alvalade há quem lhe siga as pisadas neste capítulo.

Clique na infografia para ler em detalhe (foto: J. Trindade infografia: GoalPoint)
Clique na infografia para ler em detalhe (foto: J. Trindade infografia: GoalPoint)

Ao serviço do Sporting, Hélder Postiga tinha a tendência de cair inúmeras vezes em fora-de-jogo (para além de acertar nos ferros). Chegou a ser o jogador com mais offsides registados até aos 16 avos-de-final da Liga Europa de 2010/11, com 16; foi o atleta mais vezes apanhado em posição irregular até Março de 2012 da Liga espanhola, com 39 situações. Essa característica do avançado português parece não ser exclusiva. Na Liga portuguesa 2014/15 há quem também não consiga evitar a bandeirola no ar.

Olhando para os números do actual campeonato até à 14ª jornada, a última de 2014, há um líder destacado no que toca a estes lances. Trata-se do sportinguista Islam Slimani. O argelino já incorreu nesta infracção 21 vezes em 11 partidas, totalizando uma média de 1,9 offsides por partida. Só em duas registou cinco situações ilegais, na quinta jornada, na visita ao Penafiel, e na décima, na recepção ao Paços de Ferreira. É, também, o jogador que mais lances destes regista por minuto jogado – 0,024, num total de 892 minutos. Mas é acompanhado por perto por outro jogador. Esmael, do Rio Ave, soma apenas dez foras-de-jogo, mas regista 0,023 por minuto, numa média de 1,3 por jogo. Deyverson, do Belenenses, soma 1,5, estando em segundo lugar neste capítulo.

No que toca a clubes focámo-nos neste registo entre os cinco primeiros classificados, e também aqui o “leão” lidera, com 42 foras-de-jogo, seguindo-se no segundo lugar, mas bem longe, o Benfica com 31. O FC Porto tem 30, o V. Guimarães 22 e o Sp. Braga 20. Números que podem ser explicados não só pelas características dos jogadores de cada emblema, como pela forma de jogar de cada um.

Revisitaremos estes números no decurso da segunda volta da Liga Portugal mas até lá o “leão” reina na selva… e no fora-de-jogo.