[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-Liverpool-Chelsea-English-Premier-League-201718-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”MVP” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-Liverpool-Chelsea-English-Premier-League-201718-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”Stats” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-Liverpool-Chelsea-English-Premier-League-201718-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

O jogo grande da 13ª jornada da Premier League inglesa terminou empatado 1-1. Em Anfield, o Liverpool colocou-se na frente por Salah e parecia prestes a colar-se ao Chelsea com 25 pontos, mas Willian marcou perto do fim num extraordinário chapéu e garantiu um ponto para os “blues”.

Num jogo algo táctico e com o Chelsea recuado, à espera da iniciativa dos “reds”, o golo de Salah, aos 65 minutos, obrigou os londrinos a ir atrás do prejuízo, o que acabou por equilibrar as contas finais da partida. O Liverpool registou 53% de posse de bola, rematou mais (16 contra 11) e enquadrou quatro disparos (contra três), mas o Chelsea acabou por construir mais lances de perigo, mais concretamente três ocasiões flagrantes de golo, contra apenas uma dos anfitriões.

O melhor em campo foi o egípcio Salah, que marcou à sua antiga equipa e não festejou – e teve um GoalPoint Rating de 7.3. O veloz extremo fez sete remates, dois deles enquadrados, registou dois passes para finalização e teve sucesso em quatro de sete tentativas de drible. Pecou nos quatro controlos de bola deficientes e nos cinco desarmes que sofreu, para além das 23 perdas de bola.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner