TotoRating Banner

GoalPoint-Liverpool-Man-Utd-English-Premier-League-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Liverpool venceu o rival Manchester United, no grande “clássico” do futebol inglês, por 2-0. Num jogo intenso em Anfield, os “reds” foram sempre superiores, chegaram a massacrar a formação de Old Trafford, mas só nos descontos marcaram o golo da tranquilidade, por Mohamed Salah, numa altura em que os visitantes tentavam desesperadamente o empate. Com este resultado, os comandados de Jürgen Klopp somam 16 pontos de vantagem sobre o segundo classificado Manchester City, e com um jogo a menos.

O domínio da equipa da casa foi constante desde o apito inicial e até sensivelmente um quarto-de-hora do fim da partida. Aliás, o Liverpool marcou relativamente cedo, por Virgil van Dijk, aos 14 minutos, num forte cabeceamento após canto da direita por Alexander-Arnold. Os “reds” chegaram ao descanso com 59% de posse de bola, seis remates contra três, dois enquadrados para um do seu adversário e a mostrar-se sempre mais perigosos.

No segundo tempo essa superioridade intensificou-se, com períodos de verdadeiro sufoco para os “red devils” que, ainda assim, tiveram forças para reagir na última metade da etapa complementar. Contudo, desguarneceram muito a sua defesa, permitiram inúmeros contra-ataques venenosos do Liverpool e, num deles, nos descontos, Salah fixou o 2-0 final.

O melhor em campo foi o central Van Dijk, com um GoalPoint Rating de 8.9. Para além do golo, o holandês registou 11 recuperações de posse, demonstrativo do seu posicionamento impecável, fez oito passes progressivos certos e apresentou uma eficácia de entregas de 90%.