GoalPoint-Liverpool-Man-City-English-Premier-League-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Liverpool conseguiu uma vitória categórica e importante no jogo grande da 12ª jornada da Premier League, ante o campeão Manchester City, por 3-1. Um triunfo que começou a ser construído muito cedo, graças a um quarto-de-hora inicial irresistível dos comandados de Jürgen Klopp, e que teve novo capítulo no arranque do segundo tempo. A reacção forasteira pecou por tardia, apesar do golo de Bernardo Silva. Com este desfecho, o Liverpool é cada vez mais líder, agora com 34 pontos, mais nove que o City, que caiu para quarto. O segundo classificado é agora o surpreendente Leicester.

Fabinho, com um grande pontapé de fora da área, logo aos seis minutos, abriu o activo, com Mohamed Salah a ampliar de cabeça aos 13. O City parecia algo atarantado perante a velocidade dos homens da frente do Liverpool, que chegavam a zonas de finalização muito rapidamente, mas ainda assim os visitantes chegaram ao intervalo com ascendente estatístico, que de nada lhes ia valendo.

O segundo tempo começou praticamente com o 3-0, de Sadio Mané (51′), a finalizar de cabeça ao surgir nas costas de um desatento Kyle Walker, e nesta altura Anfield tinha poucas dúvidas quanto ao vencedor da partida. Ainda assim, o City pegou no jogo e nunca desistiu, tendo sempre mais bola e remates, mas só Bernardo Silva (78′) teve arte e engenho para reduzir, com um belo remate na grande área.

O português foi, aliás, o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 7.2. Bernardo fez o seu golo no único remate que realizou, somou dois passes para finalização, completou três de quatro tentativas de drible e ainda fez nove recuperações de posse.