GoalPoint-Liverpool-Roma-Champions-League-201718-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Liverpool-Roma-Champions-League-201718-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Liverpool-Roma-Champions-League-201718-90m
Clique para ampliar

O Liverpool está em clara vantagem para alcançar a final da Liga dos Campeões. A formação inglesa goleou a Roma, em Anfield, por 5-2, numa exibição portentosa dos comandados de Jürgen Klopp até ao 5-0. Os romanos reagiram e marcaram por duas vezes, mantendo alguma esperança para a segunda mão, fundamentada na reviravolta que protagonizaram ante o Barcelona, nos quartos-de-final, após terem perdido 4-1 na Cidade Condal, no primeiro jogo. Contudo, fica na retina a grande superioridade dos ingleses – como deixámos antever na análise antes dos jogos desta semana – até à saída de Mohamed Salah, a grande figura do encontro. Após a sua substituição, a Roma marcou dois golos.

Ao intervalo já o Liverpool ganhava por 2-0, com um registo de 13 remates, sete deles enquadrados. Salah, com dois golos (um deles um monumento), liderava os ratings ao descanso, com 8.5, e prosseguiu o seu recital no segundo tempo. Sadio Mané e Roberto Firmino (2) marcaram os tentos dos homens da casa na etapa complementar, mas era Salah a grande figura, ao realizar duas assistências para dois desses três golos. No final, o egípcio registou um GoalPoint Rating de 9.8, fruto de dois golos em quatro remates (todos enquadrados), duas assistências em cinco passes para finalização, três ocasiões flagrantes criadas, todos os três dribles completos e ainda sete recuperações de bola. O segundo melhor foi Firmino, com um excelente 9.1, com dois golos e também duas assistências.

A Roma ainda conseguiu reduzir, tentos do inevitável Edin Dzeko e de Diego Perotti, este de penálti. Dois golos que deixam em aberto a possibilidade de mais um pequeno milagre da Roma frente aos seus adeptos, na segunda mão.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner