Mais valia não chamar o carro-maca…

A Taça das Nações Africanas até está a correr muito bem, para uma prova que viu o seu país anfitrião alterado quase no último momento devido à recusa de Marrocos em receber a prova logo episódios como este, em que um jogador congolês quase é atropelado pelo carro-maca que vinha (supostamente) em seu socorro acabam por ser exemplos apenas cómicos mas sem drama.