TotoRating Banner

GoalPoint-Man-Utd-Man-City-English-Premier-League-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Manchester United conseguiu o pleno de vitórias ante o rival Manchester City em jogos da Premier League esta temporada – feito que acontece pela primeira vez desde 2009/10. Após o triunfo por 2-1 na primeira volta, os “red devils” receberam o ainda campeão inglês e venceram por 2-0, através de um golo de Anthony Martial e com participação fundamental do português Bruno Fernandes, e um de tento de Scott McTominay, na sequência de um erro de Ederson. Um resultado que isola o United no quinto lugar, enquanto o City ficou a impressionantes 25 pontos do líder Liverpool, embora com menos um encontro disputado.

Estava o jogo em cima do minuto 30 quando, na conversão de um livre, Bruno Fernandes, com um passe picado, isolou Martial e este rematou de pronto para o fundo da baliza. Os homens da casa quase não tiveram bola na etapa inicial, não passando dos 31% de posse, mas com sete remates, três enquadrados, limitando o City a apenas um disparo até ao descanso.

Os visitantes intensificaram o seu domínio, conseguiram criar mais perigo e até remataram mais uma vez que os homens da casa (6-5) após o reatamento, enquadrando os mesmos três, mas foram os “red devils” a marcar, já em período de descontos, quando Ederson quis realizar uma reposição de bola rápida com a mão, mas colocou-a à mercê de McTominay, que rematou de primeira para o 2-0.

O melhor em campo foi Wan-Bissaka, com um GoalPoint Rating de 7.6, fruto de três dribles completos em quatro tentativas, oito recuperações de posse e impressionantes oito desarmes.

João Cancelo foi o melhor dos “citizens”, com 6.7, com 91% de eficácia de passe, máximo de acções com bola (115), cinco dribles eficazes (100%) e quatro desarmes. Bruno Fernandes, com uma assistência, ainda assim não passou de 5.8, com Bernardo Silva a sair com 4.7.