Marítimo 🆚 Sporting | “Pote” embala na estreia de Paulinho 🔥

-

GoalPoint-Maritimo-Sporting-Liga-NOS-202021-Ratings
Clique para ampliar

TotoRating Banner

Missão cumprida. O Sporting foi à Madeira desforrar-se da eliminação na Taça de Portugal e venceu pelo mesmo resultado dessa partida, por 2-0. O “leão” dominou por completo, controlou todas as movimentações contrárias e anulou por completo o futebol ofensivo contrário, com os insulares a não conseguirem enquadrar sequer um remate enquadrado. Pedro Gonçalves, quem mais, bisou na partida e já leva 14 golos na Liga NOS. Paulinho estreou-se, e logo a titular, João Pereira entrou perto do fim. Com este resultado, o Sporting chegou ao fim da primeira volta na frente, agora com seis pontos de vantagem sobre o Porto, que empatou com a Belenenses SAD, mais nove que o Braga a mais 11 que o Benfica, que empatou em casa com o Vitória SC.

[ Os Expected Goals do jogo mostram claramente qual foi a equipa mais perigosa desde o início ]

GoalPoint-Maritimo-Sporting-Liga-NOS-202021-xG
Clique para ampliar

Resumo 📺

O jogo explicado em números 📊

  • Rúben Amorim procedeu a algumas mudanças na equipa leonina em relação à que bateu o Benfica em Alvalade na jornada passada. Luís Neto, castigado, deu lugar a Gonçalo Inácio, João Palhinha entrou para a vaga de João Mário (lesionado), Antunes começou do lado esquerdo da defesa, perante a ausência de Nuno Mendes (fadiga muscular). Na frente, Paulinho chegou e foi logo titular, no lugar de Tiago Tomás. Pelágio foi o preterido no Marítimo, entrando Sassá.
  • Primeira jogada de qualidade aconteceu aos quatro minutos, com a bola a passar por diversos jogadores do Sporting, ao primeiro toque, com Paulinho a deixar para Antunes. Este rematou forte e um pouco ao lado do poste direito da baliza insular. Aos oito foi o próprio Paulinho a cabecear após cruzamento de Pedro Porro da direita, mas por cima. Começou bem o novo reforço leonino, mas foi outro protagonista a marcar.

  • Aos nove minutos, Pedro Gonçalves, sempre ele, foi lançado em profundidade por Gonçalo Inácio, passou por Amir e atirou a contar para a baliza deserta. Ao terceiro remate na partida, primeiro enquadrado, os “leões” colocavam-se na frente, e a tendência de jogo mostrava claro domínio da partida nesta fase por parte do Sporting, com 63% de posse de bola, os únicos disparos e acções com bola na área contrária, chegado o primeiro quarto-de-hora.

  • E a tendência não mudou muito nos 15 minutos seguintes, apesar de o Marítimo ter acertado um pouco melhor o posicionamento dos seus jogadores e travado ligeiramente o futebol ofensivo leonino. Nesta fase os visitantes registavam 56% de posse de bola, cinco remates, um enquadrado e oito acções com bola na área. Os madeirenses só tinham um disparo, de fora da área e sem a melhor direcção.
  • Intervalo Praticamente só deu Sporting na primeira parte. A formação lisboeta dominou amplamente os acontecimentos, teve muita bola, rematou bastante e marcou no único disparo enquadrado que fez, por Pedro Gonçalves. Os insulares foram pouco mais do que inexistentes ofensivamente, com um remate apenas, desenquadrado, e nenhuma acção com bola na área sportinguista. O melhor em campo nesta fase era “Pote”, com um GoalPoint Rating de 6.6. Além do golo que conseguiu, foi o mais rematador do jogo a par de Porro, com três disparos, e foi quem somou mais acções com bola na área insular, quatro.

  • Incapaz de reagir ao resultado e ao domínio do Sporting, o Marítimo foi deixando mais espaços para os “leões” atacarem e o 2-0 surgiu aos 57 minutos. Antunes cruzou rasteiro da esquerda e Pedro Gonçalves, quem mais, surgiu na grande área a desviar com categoria. Três remates no segundo tempo, dois enquadrados, um golo e, pelo andar da carruagem estava encontrado o vencedor da partida.

  • No último terço, o Marítimo continuava sem aparecer e, à passagem da hora de jogo ainda não registava qualquer acções com bola na área contrária. Os ataque existiam, mas o último passe não saía, ou por falta de qualidade nos gestos, ou por impecável posicionamento da defesa leonina.
  • Com uma vantagem forasteira confortável e com uma equipa da casa aparentemente resignada, o jogo começou a perder intensidade e as jogadas de perigo começaram a rarear. O “leão” continuava a mandar por completo na partida, mas já não aplicava tanta velocidade ao seu jogo, tentando jogar mais no erro do adversário.

  • Em cima do minuto 80, Bruno Tabata, isolado, permitiu um corte de Hermes no último instante, numa grande oportunidade para o Sporting chegar ao 3-0. Mas o jogo estava decidido e de relevo apenas a estreia de João Pereira pela formação leonina esta temporada, ele que chegou a custo-zero em Janeiro, oriundo do Trabzonspor.

[ O Sporting montou um autêntico “cerco” à equipa insular ]

GoalPoint-Maritimo-Sporting-Liga-NOS-202021-pass-network
Clique para ampliar

O melhor em campo GoalPoint👑

Mais uma grande exibição daquela que é, até ao momento, a grande figura do campeonato. Pedro Gonçalves voltou a “abrir o livro” e bisou, na primeira e na segunda parte, terminando com um GoalPoint Rating de 8.9. “Pote” foi o mais rematador da partida, com seis disparos, enquadrou três, criou uma ocasião flagrante e somou oito acções com bola na área contrária, também o máximo. No trabalho de equipa, destaque para oito recuperações de posse, cinco acções defensivas no meio-campo adversário e quatro bloqueios de passe/cruzamento.

Jogadores em foco 🔺🔻

  • Antunes 7.2 – O veterano lateral aproveitou e de que maneira a oportunidade. Seguro a defender e criterioso a atacar, o esquerdino fez uma assistência, dois cruzamentos eficazes em quatro, completou as duas tentativas de drible (ambas nos último terço) e somou seis intercepções. 
  • Pedro Porro 6.8 – Mais um jogo bem conseguido do espanhol. Aguerrido e sempre com mentalidade ofensiva, foi o segundo mais rematador da partida, com quatro disparos, fez dois passes para finalização, quatro passes ofensivos valiosos, completou as quatro tentativas de drible, fez três bloqueios de passe/cruzamento, nove recuperações de posse e somou o máximo de acções com bola (83).
  • Sebastián Coates 6.8 – Mais uma exibição autoritária, um dos principais responsáveis pela total inoperância atacante dos insulares. O uruguaio fez 11 passes progressivos eficazes, ganhou os dois duelos aéreos ofensivos e registou três intercepções e cinco alívios.
  • Matheus Nunes 6.4 – O herói do dérbi desta vez esteve mais focado nos momentos defensivos, e com qualidade. Foram cinco os desarmes conseguidos, máximo do encontro, e no passe esteve muito certo, com 90% de eficácia.
  • Paulinho 6.3 – Boa estreia do mais sonante reforço de Janeiro na Liga. Começou por fazer o primeiro passe para finalização do jogo, mostrando um entendimento instintivo com os novos colegas de equipa, e terminou mesmo com o número máximo de passes para remate (3), de passes ofensivos valiosos (4, a par de Porro) e foi o segundo em faltas cometidas. Só lhe faltou o “golinho”.

  • Andreas Karo 5.3 – O defesa cipriota chegou há poucos dias ao Marítimo e conseguiu ser o melhor dos insulares nesta partida, apesar de ter jogado apenas 35 minutos. No passe esteve perfeito, com os 18 que fez concluídos, e ainda somou dois bloqueios de remate.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR