Mateus Uribe, o rei dos “invasores” na Europa 🛡

-

A capacidade defensiva e de trabalho do meio-campo do FC Porto é há muito vista como uma das fontes da solidez defensiva que os “azuis-e-brancos” têm apresentado sob o comando de Sérgio Conceição, mesmo tendo a equipa atravessado (em especial esta temporada) alguns períodos de maior permeabilidade. A exibição de Mateus Uribe na vitória portista por 3-0 ante o Moreirense, este domingo, foi um exemplo disso mesmo. O colombiano esteve em todo o lado, mas foi fundamental na pressão exercida à saída dos cónegos para o ataque, pelo que estabeleceu um novo registo máximo, da Liga NOS e das principais Ligas europeias.

Uribe somou dez acções defensivas no meio-campo contrário. O anterior recorde do campeonato luso desta época pertencia a Fábio Pacheco – curiosamente adversário do portista na partida deste fim-de-semana -, oito, na recepção ao Marítimo em 83 minutos em campo. Também João Afonso, do Gil Vicente, somou as mesmas oito, na recepção ao… Moreirense, mas em 90 minutos.

Em termos de futebol europeu, o recorde anterior pertencia a Jean-Paul Boëtius, médio holandês do Mainz, da Alemanha, que havia realizado nove acções defensivas no meio-campo do Leverkusen, em casa, no passado mês de Outubro, e a Mauro Arambarri, do Getafe, em casa com o Villarreal (em Novembro), pelo que o portista é agora o detentor da melhor marca na Liga NOS, mais Ligas Top 5 europeias.

Em Inglaterra, o máximo (8) pertence a Ryan Bertrand, do Southampton, na visita ao Fulham. Em França o dono é Mahdi Camara, do Saint-Étienne, com sete, na recepção ao Nice, e em Itália, Christian Oliva, do Cagliari, fez oito na casa da Roma, de Paulo Fonseca.

[ O desempenho de Uribe na Liga NOS 20/21 até à 12ª jornada ]

Clique para ampliar

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.