[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-AC Milan-Roma-Italian-Serie-A-201718-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”MVP” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-AC Milan-Roma-Italian-Serie-A-201718-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”Stats” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-AC Milan-Roma-Italian-Serie-A-201718-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

O Milan, de André Silva, sofreu um duro golpe na sétima jornada da Serie A italiana. Os “rossoneri” perderam em casa com a Roma por 2-0, somando o terceiro desaire em sete partidas, e caíram para o sétimo posto, com 12 pontos, menos três que os romanos, que ainda têm menos um jogo disputado.

O ponta-de-lança português teve um GoalPoint Rating de 5.9, modesto, é certo, mas ainda assim foi o melhor jogador do Milan – fez três passes para finalização, um drible eficaz dentro da área e dois remates (desenquadrados). Longe, ainda assim, de Edin Dzeko, o MVP desta partida. O bósnio somou um rating de 7.2, pois marcou um golo (o outro foi da autoria de Florenzi) em três remates e somou dois passes para finalização.

O Milan até rematou 17 vezes, mais seis que a Roma, mas só enquadrou três, enquanto os homens da capital registaram seis. E o domínio pertenceu à Roma, com 54% de passes certos e duas ocasiões flagrantes criadas. Um caso sério, a equipa de Eusebio Di Francesco.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner