Suk Hyun-Jun de seu nome completo, é um ponta-de-lança de 24 anos nascido na Coreia do Sul, mas que já está na Europa há cerca de seis anos. Depois de se destacar no seu país foi pescado pelo Ajax, onde passou pelos escalões de formação e equipa B até sair a custo zero para o Groningen, e onde também não brilhou.

Em Portugal é que estou bem

Em Janeiro de 2013 dá-se a sua chegada a Portugal, para o Marítimo, e as suas qualidades vieram de imediato ao de cima na ilha da Madeira. Com quatro golos em 14 jogos, impressionou de tal maneira que o treinador campeão nacional, Vítor Pereira, fez questão de o levar para a sua aventura nas arábias, onde uma lesão atrapalhou a sua afirmação. A mesma lesão viria a prejudicar a sua performance no regresso ao Funchal para jogar no Nacional, e depois de mais seis meses de insularidade, acabaria no Vitória de Setúbal onde começou a brilhar mais intensamente. Nove golos para o campeonato esta época, a juntar aos dois que apontou na sua chamada à selecção A da Coreia do Sul, abriram definitivamente os olhos dos portugueses e da Europa para o avançado, com Sporting e Porto à cabeça, na disputa pelos seus serviços.

Porto e Sporting na peúgada?

Decidimos comparar os números de Suk (1.276 minutos) com os de Slimani (1.255′) e Aboubakar (1.097′), e perceber se Suk já tem nível de “equipa grande” como também confirmar se, como já suspeitávamos, o desempenho do coreano faz ele um… GoalPoint Moneyball Player. Eis o resultado da análise.

Como remata o coreano

Desempenho na Liga NOS 2015/16 (15J)SukSlimaniAboubakar
Remates / 90m3.13.53.6
% Remates de cabeça32%51%16%
% Remates dentro da área75%94%77%
% Remates fora da área25%6%23%

Fonte: GoalPoint / Opta

Em quantidade pode dizer-se que Suk se equivale a Slimani e Aboubakar, mas o que os diferencia é o tipo de remates que executam. Enquanto Slimani faz mais de metade dos seus remates de cabeça, Suk apenas usa a cabeça para um terço dos disparos. É um número acima da média, mas baixo para um jogador de 1,91m. O motivo? Suk é um “bombardeiro”, e como já nos mostrou em vários golos de encher o olho, gosta de fazer uso do seu pé direito para disparar, muitas vezes de fora da área. Mas será que o faz bem?

Disparo eficaz?

% de remates enquadradosSukSlimaniAboubakar
Total46%51%36%
De Cabeça33%48%57%
Dentro da área43%48%41%
Fora da área21%11%7%
Fonte: GoalPoint / Opta

Os números dão razão à opção pelo coreano, seja ela “azul” ou “verde”. 21% de remates enquadrados pode parecer baixo, mas basta comparar com os números de Slimani e Aboubakar para perceber o contrário. Uma em cada cinco tentativas de disparos de longe do coreano saem enquadradas com a baliza, Aboubakar precisa de o fazer 15 vezes até acertar uma.

Dentro da área Suk também não destoa, e consegue uma eficácia de remate bem razoável (acima de 40%). É mesmo o jogo de cabeça que ressalta como aspecto a melhorar, visto que o coreano até ganha em média mais duelos aéreos que Slimani e Aboubakar. 49% para Suk, contra 45% e 36% de Slimani e Aboubakar, respectivamente.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: MUITO MAIS DO QUE APENAS UM FINALIZADOR