Mourinho: Os inimigos de estimação do “Special One”

Com 14 anos de carreira como treinador principal, José Mourinho tem uma invejável colecção de "inimigos", e muito poucos amigos, como o próprio refere. O GoalPoint recorda aqui algumas das suas mais célebres picardias.

É na sala de imprensa que Mourinho costuma "construir amizades" entre os seus pares (foto: CC)
É na sala de imprensa que Mourinho costuma “construir amizades” entre os seus pares (foto: CC)

José Mourinho estreou-se como treinador principal sénior ao serviço do SL Benfica, em 2000, há 14 anos, e desde então tem sido um íman para a polémica, guerra de palavras e conflito, de forma proporcional aos títulos que foi conquistando.

Começou por ser o “Special One”, quando chegou ao Chelsea, e agora, no regresso a Londres, tentou que a alcunha de “Happy One” pegasse. Não conseguiu, dizemos nós. Nem mudou muito a sua história desde o início da carreira. Há quem diga que Mourinho procura o confronto para puxar para si os holofotes e afastar a pressão dos seus jogadores. Há um treinador que afirma ser uma forma de “disfarçar a sua mediocridade”. Seja o que for, começou em Portugal, bem cedo, a sua colecção de “inimigos de estimação” – neste caso limitamo-nos aos confrontos com outros treinadores ou ex-técnicos. O mais recente é, talvez, Jorge Jesus, após a rábula com Anderson Talista e D’ Artagnan.

Confira aqui, no GoalPoint, alguns dos arrufos que José Mourinho teve com colegas de profissão, não todos, e certamente nem perto da maioria, mas talvez os mais relevantes. E nem nos preocupámos com as desavenças com jogadores…

(clique na infografia para ler em detalhe)

Clique na infografia para ler em detalhe (Infografia: GoalPoint)
Clique na infografia para ler em detalhe (Infografia: GoalPoint)