O debate sobre os méritos de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi já vai longo. Aos poucos, há um outro jogador que começa a surgir no meio da discussão, a lutar pela legitimidade de o considerarem o melhor do Mundo. Talvez ainda não seja, e não damos para esse peditório, mas a verdade é que Neymar bateu um registo importante relativamente a CR7 e Messi. O brasileiro marcou ao México e já leva seis golos em Mundiais, um número que atingiu bem mais depressa que os outros dois craques.

GoalPoint-Facto-Dia-02-Jul-Neymar-Mundial-2018-infog
Clique para ampliar

No segundo Campeonato do Mundo da carreira, Neymar já chegou à meia dúzia de tentos no certame. O atacante atingiu este número ao 38 remate, muito menos do que necessitaram Messi e Ronaldo. O argentino chegou aos seis golos após 67 remates, o português preciso de 74 disparos para chegar ao mesmo registo. Podemos argumentar sobre o contexto em que os três jogadores actuam, os colegas que os rodeiam, a qualidade dos colectivos. Observações mais que justas. Mas a frieza dos números é esta.

Os jogos desta segunda-feira trouxeram outros factos interessantes:

  • O Brasil ultrapassou a Alemanha como selecção com mais golos em Mundiais, 228.
  • Os dois golos do Japão foram os primeiros que o país marcou em fases a eliminar de Mundiais.
  • Esta foi a primeira vez desde 1966 que a Bélgica marcou dois golos de cabeça num Campeonato do Mundo.
  • A última equipa a recuperar de uma desvantagem de dois golos numa eliminatória de um Mundial foi a Alemanha, contra Inglaterra, em 1970