A Argentina apurou-se para os oitavos-de-final graças a um golo ao cair do pano frente à Nigéria, já no minuto 86 da partida, referente ao Grupo D. O herói argentino foi o nosso bem conhecido Marcos Rojo, que já passou pelo Sporting CP. O golo que marcou não só lançou a loucura no seu país como terá provocado uma sensação de indesejável déjà vu na Nigéria.

GoalPoint-Marcos-Rojo-Facto-do-dia-Mundial-2018-infog
Clique para ampliar

De facto, o tento de Rojo, num belo remate de primeira de pé direito após cruzamento de Gabriel Mercado, foi apenas o segundo que o defesa marcou com a camisola da selecção das Pampas. A curiosidade é que o primeiro fora também à Nigéria, igualmente num Campeonato do Mundo, em 2014. É caso para dizer que as “super águias” já não podem ver Rojo à frente.

Mas este dia trouxe outros factos interessantes:

  • Não foi só Rojo que se transformou num pesadelo para os nigerianos. O golo de Lionel Messi foi o seu sexto em Mundiais, sendo que três deles foram ante… a Nigéria (dois em 2014, um em 2018).
  • Aliás, o último golo de “La Pulga” em Mundiais havia sido ante a equipa africana, há quatro anos, e tivemos de esperar 662 minutos para ver o craque argentino voltar a facturar no grande palco de selecções.
  • O tento de Messi foi o 100º neste Mundial da Rússia.
  • A média de idades do “onze” inicial da Argentina ante a Nigéria era de 30 anos e 189 dias. É a mais alta média de idades da História da “albiceleste” em Mundiais.

Confira todos os ratings e análise do Nigéria – Argentina neste link, obrigado!