O fair play germânico no seu melhor

O último fim-de-semana da Bundesliga ofereceu mais um bom exemplo de fair play futebolístico. Após tropeçar (ou mergulhar, fica a dúvida apesar das declarações do jogador) e ao constatar que Cristoph Kramer (o tal jogador que quis trocar de camisola com o árbitro a meio da final do Mundial 2014) havia sido admoestado com um cartão amarelo, o jogador do Paderborn Stefan Kutschke aproximou-se do árbitro e informou-o que o jogador do Monchengladbach não havia cometido qualquer falta. Talvez um dia vejamos lances deste tipo na Primeira Liga, há que manter a esperança.