O “onze” da 1ª jornada da Liga 20/21 ⭐

-

A Liga NOS 20/21 arrancou a todo o gás e com ela o acompanhamento detalhado GoalPoint, bem como os habituais “onzes” GoalPoint Ratings da jornada. Nesta primeira ronda o destaque vai para três emblemas. O Belenenses SAD foi ganhar a Guimarães por 1-0 e coloca dois defesas na equipa semanal. O Santa Clara bateu o Marítimo por 2-0, nos Açores, e coloca também dois elementos nesta “selecção”. E por último o Benfica, que goleou o Famalicão por 5-1 e empresta três jogadores, dois deles reforços sonantes da temporada.

Uma das “águias” é mesmo a figura da jornada inaugural, juntamente com o único representante do FC Porto, Alex Telles, que pode ter assinado uma despedida condizente com a sua influência de sempre na manobra dos “dragões”. Dois ratings elevados, numa ronda em que somente três jogadores registaram menos de 7.0.

Uma nota relevante com potenciais implicações na composição deste “onze”. Angel Gomes, atacante do Boavista, esteve em grande no empate 3-3 em casa do Boavista. O jogador, emprestado pelo Lille, registou duas assistências para golo. Que seriam três caso a Opta tivesse considerado o seu passe no golo de Gustavo Sauer. Como é habitual nestes casos, questionámos a ocorrência, mas a decisão manteve-se, sendo nossa política actual não alterar os dados que recebemos do nosso fornecedor.

Ainda assim, fica a referência a um jogador que prometia antes do início da Liga NOS e cuja exibição lhe poderia ter valido a estreia imediata nas equipas da jornada GoalPoint. Suspeitamos que será uma questão de tempo.

GoalPoint-Onze-jornada-1-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

Samuel Portugal (Portimonense) 7.1 – Noite para recordar para o brasileiro de 26 anos. Na época passada era a terceira escolha para a baliza algarvia. Agora, foi titular na primeira jornada e o melhor em campo no empate caseiro com o Paços de Ferreira. Não só fez cinco defesas (máximo da ronda), como travou uma grande penalidade de Douglas Tanque aos 99 minutos, segurando um ponto.

Tiago Esgaio (Belenenses SAD) 6.9 – Já era uma das peças mais importantes da manobra dos “azuis” na época passada e volta a mostrar-se a bom nível. A equipa de Petit ganhou 1-0 em casa do Vitória e o ala foi fundamental para travar os ataques minhotos, tendo ganho todos os cinco duelos aéreos que disputou, somado oito passes progressivos eficazes e cinco desarmes, máximo da partida.

Cafú Phete (Belenenses SAD) 6.9 – O seu colega no eixo da defesa também esteve em grande plano. Phete não só marcou o único golo do desafio, como ganhou os dois duelos aéreos defensivos em que participou e somou seis alívios, terminando com um assinalável registo de 91% de eficácia de passe.

Zainadine Júnior (Marítimo) 7.5 – Um habitual nestas andanças, volta a surgir destacado, com um rating muito interessante para um central. O moçambicano não evitou a derrota da sua equipa, mas fez o suficiente para que tal não acontecesse. Os seus números são superlativos: sete passes longos certos em 11, dez passes progressivos eficazes, quatro duelos aéreos, todos eles ganhos, nove recuperações de posse, sete intercepções (máximo da jornada) e cinco alívios.

Alex Telles (Porto) 8.3 – O brasileiro iniciou a época como terminou a anterior, a ocupar a vaga de lateral esquerdo no “onze” GoalPoint. As notícias dão conta de que este poderá ter sido o último, ou um dos últimos jogos de Alex Telles no Porto, noticiado o interesse do Manchester United e até da Juventus. Mas até que isso aconteça, o jogador não baixa a guarda e continua a brilhar, sendo uma das duas figuras da jornada. Na vitória sobre o Sporting de Braga por 3-1, marcou dois golos, ambos de grande penalidade, fez a assistência para o outro tento, quatro passes para finalização, dois cruzamentos, ambos eficazes, e somou nove recuperações de posse.

Osama Rashid (Santa Clara) 6.8 – O “patrão” do meio-campo açoriano voltou a estar em bom plano. Sem problemas em rematar – três disparos, todos de fora da área, um enquadrado -, foi dos melhores ante o Marítimo, registando ainda dois passes para finalização, nove recuperações de posse e três bloqueios de passe.

Adel Taarabt (Benfica) 7.5 – Longe de consensual, a verdade é que o marroquino do Benfica agradava a Lage e parece agradar a Jorge Jesus, e as estatísticas parecem dar razão a ambos. A goleada do Benfica ao Famalicão foi “gorda” e Taarabt voltou a estar em grande. Três passes para finalização, uma ocasião flagrante criada, quatro dribles eficazes em seis tentados, oito recuperações de posse e três desarmes. Excelentes números.

Luca Waldschmidt (Benfica) 7.1 – Um dos dois reforços sonantes do Benfica a dar nas vistas na ronda inaugural. Muito se falou da falta de um substituto à altura de João Félix na época passada e, não querendo fazer comparações entre os dois, a verdade é que o alemão mostrou credenciais para a vaga de segundo avançado, mesmo que nesta equipa se preveja a alternância com o flanco direito. Mobilidade, sentido posicional, ocupação dos espaços vazios, características que permitiram a Luca fazer dois golos em quatro remates (três enquadrados). O seu rating podia ter sido ainda melhor, caso não tivesse desperdiçado duas ocasiões flagrantes.

Everton “Cebolinha” (Benfica) 8.3 – A figura da jornada, a par de Alex Telles. “Cebolinha”, como é conhecido, foi talvez a contratação mais sonante da época em Portugal e o internacional brasileiro não tardou a mostrar que está num patamar superior. Frente ao Famalicão fez um golo, uma assistência em três passes para finalização, sofreu quatro faltas, duas em zonas de perigo, completou seis de 14 tentativas de drible e registou dez recuperações de posse.

Brayan Riascos (Nacional) 7.3 – O regresso do Nacional ao principal escalão do futebol luso deu em empate, 3-3, num jogo espectacular ante o Boavista. E Riascos esteve endiabrado. O colombiano esteve em todo o lado, tento feito um golo em quatro remates (dois enquadrados), uma assistência em dois passes para finalização e completado quatro de seis tentativas de drible.

Thiago Santana (Santa Clara) 7.5 – O atacante brasileiro já era uma ameaça constante na última época e voltou a sê-lo no arranque desta. Thiago Santana fez os dois golos açorianos e foi o melhor em campo no duelo insular, registando ainda dois remates enquadrados em três e seis faltas sofridas.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-1-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 1ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J1STATGPRMVP
1-5



0-1



3-3



Adiado

---
3-1



2-0



2-0



1-1



1-1



GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR