O “onze” da 10ª ronda da Liga 20/21 ⭐

-

A Liga NOS completou a penúltima jornada antes da passagem de ano, a última antes do Natal, e definiu também que o Sporting chega a esta quadra na frente do campeonato, uma linha temporal nem sempre fácil para o emblema de Alvalade, mas que esta temporada parece decidido em colocar pelo menos um prego no “caixão” desta espécie de “maldição” leonina.

A equipa de Rúben Amorim venceu o Farense ao cair do pano, graças a uma grande penalidade, assegurando assim a liderança que não foi colocada em causa pelos triunfos do Benficana visita ao Gil Vicentee do Portoem casa com o Nacional -, ambos por 2-0. Nada de novo no topo da classificação, ainda assim, esta décima jornada trouxe apenas quatro jogadores dos “grandes” ao XI da jornada GoalPoint Ratings, e três deles de uma cor apenas.

Em termos individuais a grande novidade é a ausência de Pedro Gonçalves. Após cinco presenças consecutivas nos “onzes” semanais, o jogador leonino fica de fora, contribuindo assim para que não haja repetentes em relação à ronda anterior. Mas ao invés, há cinco novidades esta temporada, uma delas um jogador que, apesar da idade, voltou a mostrar “magia”.

GoalPoint-Onze-jornada-10-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

Odysseas Vlachodimos (Benfica) 7.3 – A primeira estreia esta temporada é a do guarda-redes do Benfica, que noutras épocas surgia amiúde na equipa. O grego foi fundamental na vitória das “águias” que, apesar de jogar em superioridade numérica durante grande parte do tempo, não evitaram diversas ocasiões de golo por parte do Gil Vicente. Os gilistas realizaram cinco remates enquadrados e Odysseas travou-os todos, alguns com defesas de grande dificuldade. Foram cinco no total, quatro a disparos na sua grande área, três a menos de oito metros.

Gilberto (Benfica) 6.4 – O segundo jogador deste “onze” é também do Benfica. O brasileiro Gilberto não parece ter convencido grande parte dos críticos e adeptos, mas em Barcelos esteve em bom plano, em especial no ofensivo. Ao todo tentou o drible em seis ocasiões, com sucesso em duas, somou dois passes para finalização e três cruzamentos (dois eficazes), e ganhou os dois duelos aéreos ofensivos em que participou.

Lucas Possignolo (Portimonense) 7.1 – O emblema algarvio não foi além de um nulo na recepção ao Famalicão, mas tem dois jogadores nesta equipa. O primeiro é o defesa central Lucas Possignolo, que se estreia esta época nestas andanças. O brasileiro, na sua sexta época em Portimão, completou sete de 14 passes longos, fez 14 passes progressivos certos, registou sete recuperações de posse e terminou com 12 acções defensivas, entre elas quatro intercepções. 

Zainadine Júnior (Marítimo) 6.7 – O moçambicano regressou às excelente exibições pelos insulares e também ao “onze”, onde figurou na primeira e segunda jornadas. O Marítimo venceu a Belenenses SAD por 1-0 e Zainadine esteve seguro, com 87% de eficácia de passe, 94 acções com bola (máximo do jogo), dois duelos aéreos defensivos ganhos em três e cinco alívios

Rúben Lima (Belenenses SAD) 7.8O melhor dessa partida no funchal foi o lateral-esquerdo dos visitantes. Rúben Lima esteve intratável nos vários momentos do jogo, com dois passes para finalização, um passe de ruptura, três cruzamentos eficazes, dois duelos aéreos defensivos ganhos, sete recuperações de posse e 13 acções defensivas, com destaque para cinco intercepções.

João Palhinha (Sporting) 6.9 – Cada vez mais um dos indiscutíveis na equipa de Rúben Amorim. Palhinha está em todo o lado, a defender – é a “âncora” leonina – e a atacar. Ante o Farense foi um dos melhores em campo, tendo terminado com cinco remates (máximo do jogo), três deles de fora, 89% de eficácia de passe, cinco acções com bola na área contrária, dois dribles eficazes (100%), quatro duelos aéreos ganhos em seis, nove recuperações de posse, cinco acções defensivas no meio-campo contrário e incríveis oito desarmes (máximo da ronda).

Luquinha Cantero (Portimonense) 9.2A grande figura da jornada. Luquinha fez uma exibição de nível elevado ante o Famalicão, apesar de não ter contribuído para qualquer golo – o que torna a sua nota ainda mais especial e digna de atenção. O médio de 20 anos enquadrou dois dos seus três remates, criou uma ocasião flagrante em extraordinários oito passes para finalização (máximo da jornada e desta Liga NOS) e ainda ajudou defensivamente com oito recuperações de posse.

Ricardo Quaresma (Vitória SC) 7.1 – Bem-vindo de volta às grandes exibições na Liga NOS, Ricardo. O Vitória foi eliminado recentemente da Taça de Portugal pelo Santa Clara em pleno D. Afonso Henriques e, agora, os vimaranenses retribuíram a “gracinha” e foram aos Açores golear por 4-0. Uma das grandes figuras do encontro foi Ricardo Quaresma, autor de um golo e duas assistências. A sua nota teria sido bem maior se não tivesse completado apenas duas de sete tentativas de drible e não tivesse consentido três dribles, dois no primeiro terço.

Everton “Cebolinha” (Benfica) 8.2 – Grande jogo do brasileiro, que regressa ao “onze”, após um arranque de época com duas presenças seguidas e sete jornadas de ausência. “Cebolinha” fez o cabeceamento que Rodrigo Prado acabou por transformar em autogolo, e fez ele próprio o 2-0 para os “encarnados”, mais uma vez de cabeça. O MVP do jogo do Benfica fez três remates, dois enquadrados, três passes para finalização, registou seis acções com bola na área gilista e completou três de quatro tentativas de drible (máximo da jornada), duas delas no último terço.

Óscar Estupiñán (Vitória SC) 7.6A outra grande figura do triunfo do Vitória nos Açores foi Estupiñán. O colombiano acabou inscrito na Liga como último recurso, pois não havia encontrado clube para jogar emprestado, mas aproveitou a oportunidade e somou três golos nos dois últimos jogos, incluindo um bis ante o Santa Clara. O atacante precisou apenas de dois remates para bisar, somando ainda quatro acções com bola na área contrária.

Ricardo Horta (Braga) 7.6 – Os minhotos regressaram aos triunfos, um 3-0 tranquilo e sólido na recepção ao Rio Ave, no fecho da jornada. Horta foi o melhor em campo, com um golo em dois remates (ambos enquadrados), uma assistência em dois passes para finalização e três passes ofensivos valiosos.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-10-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 10ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J10SUMGPRMVPPAS
xG
0-0
1-0
0-0
1-0
1-1
0-2
2-0
0-4
3-0

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR