TotoRating BannerA 11ª jornada da Liga NOS não produziu alterações no topo da tabela, com os habituais candidatos a vencerem os seus jogos, com maior ou menor dificuldade. O “onze” da ronda, com base nos GoalPoint Ratings, é um reflexo fiel do que aconteceu durante o fim-de-semana, com a presença dos três “grandes”, mas sem “hegemonias”.

Dos candidatos, somente o Sporting – o único dos três que venceu por mais do que a margem mínima, 2-0 em casa com o Belenensesempresta mais do que um jogador, acompanhado pelo Famalicão, apesar do empate deste em casa ante o Moreirense. Benfica e Porto têm um nome no “onze”, após o triunfo “encarnado nos Açores e dos “dragões” no dérbi portuense com o Boavista.

Um dos jogos grandes da jornada colocou frente-a-frente Vitória de Guimarães e Sporting de Braga, um embate tenso e muito competitivo do qual temos um só representante, numa ronda com apenas um repetente em relação à jornada passada e com cinco estreantes esta temporada. Vamos aos craques.

GoalPoint-Onze-jornada-11-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

Mateus Pasinato (Moreirense) 8.5 – Começamos logo com a grande figura da jornada. O Moreirense sofreu três golos na visita ao Famalicão e, ainda assim, Pasinato foi o melhor em campo e registou o melhor rating da semana. O guardião brasileiro fez dez defesas (sete a remates na sua grande área), o máximo da ronda e também da Liga 19/20, em igualdade com Marco Pereira, do Santa Clara, ajudando a equipa a manter-se viva no jogo, e permitindo-lhe ir atrás da recuperação no marcador até ao 3-3 final.

Ricardo Esgaio (Sp. Braga) 6.7O grande dérbi minhoto terminou com triunfo do Sporting de Braga e o lateral-direito Ricardo Esgaio esteve em bom nível. Para além da assistência para um dos golos, o primeiro, de Paulinho, o ex-Sporting somou impressionantes 17 acções defensivas, das quais sete foram desarmes, dois bloqueios de remate e três de passe. Uma boa estreia esta época nos “onzes”.

René Santos (Marítimo) 6.8 – E prosseguimos com outra estreia. Os insulares não foram além de um empate em casa com o Portimonense, num jogo muito competitivo e interessante, e o central brasileiro foi um dos melhores no relvado dos Barreiros, tendo ganho três de quatro duelos aéreos defensivos e somado 12 acções defensivas.

João Afonso (Santa Clara) 6.8 – O Benfica sentiu muitas dificuldades na deslocação aos Açores, garantindo a reviravolta no marcador apenas no segundo tempo. O central português João Afonso foi um dos responsáveis pelas dificuldades sentidas pelos “encarnados” de Lisboa, ao registar 21 acções defensivas, entre elas 15 alívios, o segundo registo mais elevado da Liga esta época e, naturalmente, o mais elevado da ronda.

Alex Telles (Porto) 7.7O “dragão” voltou a vencer no Bessa, de novo pela margem mínima e mais uma vez sem sofrer golos. O tento do triunfo portista foi marcado cedo, pelo lateral-esquerdo brasileiro, que arrancou um belo pontapé de fora da área. Para além disso, Telles ganhou dois de quatro duelos aéreos defensivos e somou seis acções defensivas.

Lucas Fernandes (Portimonense) 6.8Mais uma bela exibição do médio brasileiro, um dos valores seguros dos algarvios, que se estreia esta época nestas equipas. Lucas fez o golo do Portimonense, num grande pontapé do “meio da rua”, tendo terminado ainda com dois dribles eficazes (em duas tentativas) e seis recuperações de posse. Uma bela estreia nos “onzes”.

Uroš Račić (Famalicão) 8.1 – Grande jogo em Famalicão, com seis golos e uma recuperação espectacular no marcador. Mas antes dessa reacção forasteira, o “Fama” brilhou com três golos, um deles marcado pelo médio sérvio, que se estreia nas equipas na ronda. Račić marcou num total de três remates (dois enquadrados) e ainda completou as três tentativas de drible.

Bruno Fernandes (Sporting) 8.1 – O médio leonino vai na quinta presença nos “onzes” da jornada, um máximo da Liga em curso. Desta feita, Bruno não marcou nem assistiu, mas apresentou números superiores em diversos momentos: duas ocasiões flagrantes criadas em oito passes para finalização, um cruzamento eficaz em quatro, dois dribles completos em cinco tentativas e três desarmes.

Pizzi (Benfica) 8.1 Mais uma excelente exibição do médio benfiquista, autor do segundo golo da sua equipa – o seu oitavo nesta Liga – e melhor em campo nos Açores. Pizzi fez ainda a assistência para o empate dos campeões nacionais, registando três passes para finalização, quatro dribles completos em oito tentativas e dez recuperações de posse.

Fábio Martins (Famalicão) 7.6 – Mais um grande jogo do extremo, autor de um dos golos do Famalicão. Fábio enquadrou três dos quatro remates que realizou, completou as duas tentativas de drible – ambas no último terço -, somou oito recuperações de posse e quatro desarmes.

Luciano Vietto (Sporting) 8.4 – O segundo rating mais elevado foi o melhor em campo no triunfo do Sporting frente ao Belenenses. O “leão” estava a sentir dificuldades para assumir o domínio do encontro com os “azuis”, até que Vietto arrancou um pontapé acrobático que desbloqueou a partida, fazendo o bis pouco depois. Dois golos em seis remates (máximo da ronda), três enquadrados, três dribles eficazes em quatro tentativas e oito recuperações de posse são os números fundamentais da prestação do argentino, que lhe valeu a estreia.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-11-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 11ª jornada da Liga NOS 19/20, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J11STATGPRMVP
1-2
1-0


1-2
3-3


1-0


1-1



2-0
0-2



0-1