O “onze” da 13ª jornada da Liga 19/20 ⭐

-

TotoRating BannerA 13ª jornada da Liga 19/20 mexeu com a classificação da corrida ao título. A ronda abriu na sexta-feira com a vitória categórica do Benfica por 4-1 na visita ao Boavista, colocando pressão nos perseguidores directos. Dois dias depois, no domingo, o FC Porto não conseguiu acompanhar as “águias” e empataram no Jamor, 1-1 com o Belenenses. Assim, os “encarnados” passaram a ter mais quatro pontos que os “dragões” na tabela classificativa, uma vantagem já confortável, embora ainda pouco significativa tendo em conta a fase precoce da competição

Numa jornada com muitos golos, em que houve quatro encontros com pelo menos quatro tentos apontados, um deles acabou por dar três jogadores para o “onze” da jornada. Os GoalPoint Ratings assinalaram dois jogadores do Famalicão e um do Tondela, numa partida em que, curiosamente, o emblema com dois representantes foi o que perdeu o jogo (3-2). Aliás, os famalicenses são os únicos a emprestarem mais do que um elemento para a equipa semanal, numa jornada muito “democrática”.

Os “três grandes” dão um jogador cada e nada mais, sendo que o melhor rating da jornada vem do Minho. Quanto a repetentes em relação ao “onze” anterior, apenas um, sendo que há seis estreias esta temporada, incluindo o MVP da ronda. Confira connosco os detalhes.

GoalPoint-Onze-jornada-13-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

Cláudio Ramos (Tondela) 7.9 – A vitória do Tondela em casa do terceiro classificado foi tudo menos fácil. A vencer por 2-0, os beirões deixaram-se empatar e sofreram uma grande pressão dos anfitriões, conseguindo o golo do triunfo já ao cair do pano. Fundamental para evitar a reviravolta completa foi o seu guarda-redes. Cláudio Ramos terminou o jogo com nove defesas (máximo da ronda), cinco a remates na sua grande área, e merece a estreia em 2019/20.

Diogo Gonçalves (Famalicão) 8.0O melhor em campo nesse mesmo jogo foi o extremo Diogo Gonçalves que, apesar das suas características eminentemente ofensivas, terminou o jogo a defesa-direito, e cumpriu, ao ponto de garantir a estreia nos “onzes”. O ex-Benfica enquadrou os seus dois remates, fez dois passes para finalização, completou cinco de sete tentativas de drible e recuperou sete vezes a posse de bola.

Zainadine Júnior (Marítimo) 6.8 – Os madeirenses mudaram, aparentemente, o paradigma do seu futebol, passando a privilegiar mais a posse de bola e a qualidade do passe, em sentido diametralmente oposto ao que vinha acontecendo até agora. A equipa de José Gomes atacou mais do que o Santa Clara, mas permitiu incursões perigosas que terminaram em dois golos açorianos. Mas contou com Zainadine para evitar males menores, com o central a somar 12 acções defensivas (sete delas alívios), dez passes progressivos certos e ainda dois dribles completos.

Pablo Santos (Sp. Braga) 6.9 – Os “arsenalistas” não conseguiram transferir para a Liga a boa forma na Europa e perderam por 1-0 na visita ao “lanterna-vermelha” Aves, que ganhou pela primeira vez desde a segunda jornada. Ainda assim, Pablo Santos esteve em bom plano, com seis passes longos certos em sete, três duelos aéreos defensivos ganhos em três e nove acções defensivas, entre elas três desarmes e outras tantas intercepções.

Henrique Gomes (Gil Vicente) 6.9 – A jornada fechou em Vila do Conde, com a vitória do Rio Ave sobre o Gil Vicente. Apesar da derrota minhota, o lateral-esquerdo gilista foi o melhor em campo, com dois cruzamentos eficazes em três, dez recuperações de posse e impressionantes 15 acções defensivas, com destaque para quatro desarmes e dois bloqueios de remate.

Mohamed Diaby (Paços de Ferreira) 8.2 – Um dos jogadores que mais atenções tem prendido nesta primeira metade da época, ao ponto de somar já a terceira presença nas nossas equipas semanais, apesar da vida complicada dos pacenses na tabela. O francês não evitou nova derrota da equipa de Pepa, em casa com o Vitória de Setúbal, mas foi o melhor em campo, com um golo, quatro passes para finalização, sete duelos aéreos ganhos, entre os 12 ofensivos e defensivos, e ainda cinco desarmes e 11 recuperações de posse. Um autêntico “todo-o-terreno”.

Pedro Gonçalves (Famalicão) 7.3 – O médio tem sido outra das agradáveis surpresas desta temporada. O jogador que chegou do Wolverhampton voltou a ser influente no jogo do Famalicão, tendo registado uma assistência em cinco passes para finalização, três cruzamentos eficazes em cinco e ainda sofreu falta para grande penalidade.

Bruno Fernandes (Sporting) 8.3 – Mais uma vez, o capitão leonino foi figura numa vitória do Sporting, desta feita em casa com o Moreirense Apesar de não ter marcado ou assistido,  os números que apresentou noutros momentos de jogo voltam a comprovar a sua qualidade. Bruno é, de longe, o jogador com mais passes para finalização na Liga e igualou o máximo de oito num jogo esta época – número que já lhe pertencia -, criando uma ocasião flagrante. Para além disso, fez sete remates, também o máximo da semana, e completou três de cinco tentativas de drible. Num jogo em que os “leões” estabeleceram um novo máximo de remates num jogo da Liga em curso (28)… 15 nasceram em Bruno Fernandes (7 remates + 8 passes para finalização).

Marcus Edwards (Vitória SC) 8.8 O melhor jogador da jornada. O veloz e imprevisível extremo inglês de 21 anos foi a alma da vitória vimaranense em casa sobre o Portimonense, marcando um golo de grande qualidade, após ultrapassar diversos defesas algarvios. Edwards completou oito de nove tentativas de drible, fixando o máximo do jogo, mas também da época na Liga portuguesa, e ainda contribuiu para o trabalho defensivo com três desarmes.

Jesús Corona (Porto) 7.2 – A visita do Porto ao Jamor não correu como o esperado para as suas aspirações, com um empate a deixar a equipa mais longe do primeiro lugar. Ainda assim, retira-se de positivo a exibição de Jesús Corona do lado esquerdo do ataque dos “azuis-e-brancos”. Tecatito criou uma ocasião flagrante, completou cinco de seis tentativas de drible, fez nove recuperações de posse e conquistou a a falta que deu a grande penalidade e o empate.

Carlos Vinícius (Benfica) 7.6 – O “onze” termina com o único repetente em relação à jornada transacta. Carlos Vinícius voltou a brilhar no ataque do Benfica, tendo apontado dois dos quatro golos do triunfo “encarnado” no Bessa, isto em apenas três remates. O ponta-de-lança fez ainda uma assistência. Está a tornar-se um caso sério, em Portugal e até na Europa.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-13-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 13ª jornada da Liga NOS 19/20, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J13STATGPRMVP
1-4
2-2



2-3



1-0


2-3



2-0



1-0
1-1



1-0



GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR