O “onze” da 16ª ronda da Liga 20/21 ⭐

-

A 16ª jornada da Liga NOS teve dose extra de emoção, em especial devido à realização do grande dérbi de Lisboa, entre Sporting e Benfica. O Estádio José Alvalade recebeu o desafio, que nem sempre foi bem jogado, mas que terminou com triunfo leonino por 1-0, com golo marcado ao cair do pano pela grande figura desta jornada, Matheus Nunes.

O “onze” GoalPoint Ratings da ronda destaca precisamente as duas melhores notas desse encontro. A formação leonina empresta dois atletas para este “elenco” e há outros dois emblemas com dois representantes cada, Vitória de Guimarães e Boavista, ambos com sucessos importantes. E quem continua imparável é o Paços de Ferreira, que somou a quinta vitória consecutiva, no fechar da ronda, e participa com o único repetente em relação à 15ª jornada. Estreantes, esses, são seis, incluindo o MVP semanal.  

GoalPoint-Onze-jornada-16-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

Matouš Trmal (Vitória SC) 7.1 – O Vitória de Guimarães está num excelente momento de forma e Trmal aproveitou da melhor maneira o facto de Bruno Varela e Jhonatan estarem em isolamento para mostrar serviço. O jovem guardião checo, de 22 anos, estreou-se na Liga NOS e foi logo o melhor em campo, pois apesar da boa exibição dos minhotos, o Marítimo não foi um adversário passivo. Ao todo somou cinco defesas (máximo da jornada), quatro a remates na sua grande área.

Falaye Sacko (Vitória SC) 6.7 – O seu colega de equipa, Sacko, foi o lateral-direito em evidência. O maliano esteve em destaque pelos dois passes para finalização que realizou, os 88% de eficácia nos 59 passes que fez, foi o jogador mais interventivo, com 79 acções com bola, e ainda terminou com dez recuperações de posse e três intercepções.

Luís Neto (Sporting) 6.9 – O primeiro elemento do dérbi. O central português esteve muito sólido, numa partida em que o Benfica bem tentou chegar ao golo, mas esbarrou contra um trio de defesas muito concentrado. Neto foi o melhor dos três, terminando com dois duelos aéreos defensivos ganhos em três, seis desarmes e cinco alívios. Não tivesse desperdiçado uma ocasião flagrante e a sua nota teria sido bem mais alta.

Raúl Silva (Braga) 6.7 – Goleada das grandes dos bracarenses em casa do Moreirense, com valioso contributo do central brasileiro. Raúl Silva marcou um golo, completou seis de nove passes longos e 11 passes progressivos, ganhou os três duelos aéreos defensivos em que participou, fez quatro desarmes e foi pragmático, registando sete alívios.

Ricardo Mangas (Boavista) 6.8 – Segunda vitória dos “axadrezados” nesta Liga, primeira com Jesualdo Ferreira ao leme. O lateral-esquerdo esteve bem, sobretudo nos momentos defensivos, nos quais ganhou cinco de seis duelos aéreos, somou seis recuperações de posse, três acções defensivas no meio-campo contrário e ainda sete desarmes e três bloqueios de passe/cruzamento.

Luiz Carlos (P. Ferreira) 7.6 – Mas que grande época está a realizar o médio brasileiro do Paços. O veterano é o único repetente em relação à ronda passada, tendo marcado um dos dois golos do triunfo dos sensacionais “castores” em casa do Gil Vicente. Além disso somou dois passes para finalização e defensivamente somou importantes seis desarmes.

João Pedro (Tondela) 7.2 – Importante a vitória do Tondela na recepção ao Farense, que acabou por ditar o despedimento de Sérgio Vieira dos algarvios. João Pedro foi a principal figura desse jogo, com o médio a marcar um golo, a sofrer três faltas e a ajudar colectivamente com três intercepções.

Matheus Nunes (Sporting) 7.8 – Estreia e MVP da jornada. Matheus Nunes foi titular, no lugar de João Palhinha, e realizou uma exibição de grande nível, que merece destaque não só pelo golo decisivo, nos descontos, mas por muitos outros momentos de qualidade, que detalhámos num artigo dedicado – pode aceder aqui (link).

Angel Gomes (Boavista) 7.7 – O criativo das “panteras” parece ter reencontrado o futebol que mostrou no início da época. Na vitória do Boavista em Portimão foi o melhor em campo, com uma ocasião flagrante criada em cinco passes para finalização (máximo da jornada), cinco passes ofensivos valiosos, um remate ao poste e três dribles eficazes em quatro tentativas. 

Bryan Róchez (Nacional) 7.0 – O triunfo dos insulares também precipitaram um despedimento, o de João Pedro Sousa, do Famalicão. O Nacional ganhou por 2-1, após ter estado a perder, e o hondurenho voltou a estar em evidência, sendo o melhor em campo. Tal como no empate 1-1 com o Benfica na Luz, o atacante fez um golo, enquadrou os quatro remates que realizou, ganhou impressionantes nove de 11 duelos aéreos ofensivos e averbou ainda sete acções com bola na área contrária.   

Luiz Díaz (Porto) 7.2O Porto soma e segue e está a atravessar um momento de grande fulgor, com vários jogadores em forma. Um deles é o colombiano, que voltou a marcar um golo importante, muito oportuno, a emendar uma defesa incompleta do guardião do Rio Ave. Díaz foi o melhor em campo, tendo criado uma ocasião flagrante em dois passes para finalização, somado três acções defensivas no meio-campo contrário e registado cinco intercepções.

Fechamos com os jogadores que lideraram o “barómetro” de algumas das variáveis mais relevantes, na jornada finda:

GoalPoint-Tops-Jornada-16-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 16ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J16SUMGPRMVPPAS
xG
2-1
2-0
1-2
1-0
2-0
2-0
0-4
1-0
1-2

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR