TotoRating BannerA Liga NOS está ao rubro. Se a vitória do Porto no “clássico” já havia relançado as contas do título, a jornada 21 colocou tudo em aberto, apesar de só uma equipa, o Benfica, ainda depender de si para alcançar o objectivo de revalidação. Mas a verdade é que as “águias” caíram a pique nas duas últimas rondas com duas derrotas, a última, este fim-de-semana, em casa com o Sporting de Braga, emblema com o qual não perdiam na condição de anfitriões desde 1954.

Quem não se deixou impressionar foi o Porto, que foi a Guimarães bater o Vitória SC por 2-1, reduzindo para um ponto a distância em relação ao líder, quando ainda faltam disputar 13 jornadas para o final da Liga. Isto numa ronda que teve embates entre seis dos sete primeiros classificados. O outro aconteceu em Vila do Conde, onde o Sporting arrancou um empate 1-1 já perto do fim, de penálti, numa altura em que jogava com apenas dez elementos.

Repetentes em relação à última jornada não há, e registam-se quatro estreias absolutas esta temporada, numa ronda em que os dois MVPs são defesas-centrais – um já é raro, dois é “bruxaria” – e na qual há três clubes com dois representantes cada. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-jornada-21-Liga-NOS-201920-2-infog
Clique para ampliar

Odysseas Vlachodimos (Benfica) 7.6 – Começamos logo por um dos estreantes. Já escrevemos diversas vezes sobre a grande forma do guarda-redes do Benfica, que vem disfarçando as debilidades defensivas das “águias”. Essa boa forma surge em moldes de uma grande regularidade, o que explica que Vlachodimos surja pela primeira vez apenas esta época nos “onzes”. Frente ao Braga foi um dos melhores em campo, evitando outros números finais no marcador, mas não impedindo o triunfo forasteiro. O grego fez seis defesas (valor mais alto da jornada), algumas de elevado grau de dificuldade, cinco a remates na sua grande área, uma a disparo ao ângulo superior.

Fabiano (Boavista) 6.4 – A vida estava a correr bem ao Boavista, com três vitórias seguidas na Liga. Só que o Belenenses de Petit tinha outras ideias e foi ao Bessa vencer por 2-1. Ainda assim, o lateral-direito “axadrezado” foi dos melhores, com um registo de 85% de eficácia nas entregas, sete passes longos certos em dez, mais dez passes progressivos certos e ainda 12 recuperações de posse.

Jadson (Portimonense) 8.1 – O central brasileiro do Portimonense é um de dois MVPs da jornada. Jadson é tudo menos um “rookie” nestas andanças, registando já cinco presenças nos “onzes” esta temporada, e apenas Bruno Fernandes (8), Pizzi e Alex Telles (6 cada) têm mais “chamadas”. Os algarvios continuam em dificuldades e empataram em casa com o Moreirense, e Jadson foi o melhor em campo, com um golo marcado, 18 passes progressivos eficazes, nove passes longos certos em 13 e números defensivos extraordinários: três duelos aéreos ganhos em quatro, oito recuperações de posse, quatro desarmes e seis intercepções.

Zainadine Júnior (Marítimo) 8.1O outro central do “onze” é também MVP da ronda. Zainadine é também um velho conhecido destas andanças e, na vitória clara dos insulares sobre o Paços de Ferreira, o moçambicano fez um golo, sete passes longos certos em nove, ganhou nove dos dez duelos aéreos defensivos em que participou (máximo da ronda) e ainda somou dez alívios. Uma grande exibição.

Florent Hanin (Vitória SC) 7.4 – Segunda presença do lateral francês nas equipas semanais, ele que foi o melhor em campo na derrota caseira do Vitória minhoto ante o FC Porto. Florent criou nada menos que duas ocasiões flagrantes de golo, em quatro passes para finalização (máximo da jornada), teve eficácia em três de oito cruzamentos e completou as quatro tentativas de drible.

Al Musrati (Rio Ave) 7.4 – Mais uma estreia nos “onzes”. O médio líbio deu muito trabalho ao Sporting, que não foi além de um empate em Vila do Conde. Começou por fazer a assistência para o golo de Piazón e terminou com três passes para finalização, dois dribles eficazes em três tentativas, oito recuperações de posse e cinco desarmes, máximo do jogo.

Adel Taarabt (Benfica) 7.8 – Mais uma excelente prestação do médio marroquino do Benfica que, por tudo o que fez em termos de desempenho individual, foi o melhor em campo na derrota “encarnada” com o Braga. Taarabt esteve muito bem no capítulo do drible, completando sete de nove tentativas (máximo destes lances com êxito na jornada), e ajudou defensivamente com extraordinárias 15 recuperações de posse e ainda três desarmes.

Diego Lopes (Rio Ave) 7.5 – O segundo jogador do Rio Ave no “onze” da semana. O brasileiro foi o cérebro por detrás do bom jogo dos vila-condenses, em especial nos momentos ofensivos. Diego fez quatro remates, um só enquadrado, dois passes para finalização, nove passes progressivos certos e ainda recuperou seis vezes a posse de bola.

Nanu (Marítimo) 7.3 Excelente a prestação de Nanu no triunfo sobre o Paços. O guineense fez dois dos três golos insulares, tendo enquadrado os três remates que tentou na partida. E ainda ajudou colectivamente a equipa com nove recuperações de posse. Uma bela estreia do extremo maritimista nos “onzes”.

Lincoln Henrique (Santa Clara) 7.3 – A estreia que faltava na equipa da ronda. O brasileiro do Santa Clara foi o melhor em campo no magro triunfo sobre o Tondela, com uma ocasião flagrante criada em três passes para finalização, quatro passes longos certos (100%), para além de seis desarmes e dois bloqueios de cruzamento. Números defensivos de relevo para um extremo.

Welinton Jr. (Desp. Aves) 7.0 – O Aves voltou a surpreender fora de casa. Após a primeira vitória como visitante, no Funchal, os avenses foram a casa do Famalicão empatar 1-1 e só consentiram o golo da igualdade no cair do pano do período de descontos. Welinton foi uma das figuras da partida, não só pelo golo que marcou, mas também pelos seis remates, três deles enquadrados, sendo que quatro disparos aconteceram de fora da área.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-21-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 21ª jornada da Liga NOS 19/20, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J21STATGPRMVP
1-2
1-1
1-0
0-1
1-1
3-0



1-2



1-2
1-1