O “onze” da 26ª jornada da Liga 19/20 ⭐

-

TotoRating Banner

A luta pelo título da Liga NOS está ao rubro. Na 26ª jornada, FC Porto e Benfica voltaram a mostrar que estão longe da melhor forma, mas os “dragões”, ainda assim, conseguiram o mais importante. Na recepção ao Marítimo, sofreram, mas venceram por 1-0, enquanto o Benfica esteve a vencer por 2-0 em Portimão, mas eclipsou-se no segundo tempo e deixou-se empatar, estando agora a dois pontos do líder.

Estes dois jogo  tiveram peso no “onze” GoalPoint Ratings da jornada. Os algarvios emprestam três jogadores, com os insulares a colocarem dois entre os escolhidos. Estes são, aliás, os únicos emblemas com mais de um representante, sendo que os “grandes” só colocam dois, um do Benfica e outro do Sporting – que bateu o Paços de Ferreira em Alvalade, por 1-0.

Nesta jornada temos apenas um representante em relação à anterior, e também somente uma estreia. Vamos aos detalhes.

Charles (Marítimo) 7.6 – A estreia da ronda. O brasileiro recuperou o lugar na baliza maritimista e, no Dragão, foi o melhor em campo, com um punhado de belas intervenções ao longo do jogo. Charles somou seis defesas, duas a remates na sua grande área, uma a disparo a um dos ângulos superiores. Evitou males maiores para a sua equipa.

Bebeto (Marítimo) 6.9O lateral-direito deste “onze” sai também do jogo na Invicta e da formação insular. Bebeto esteve em evidência não apenas nos momentos defensivos, durante os quais registou quatro desarmes. Ao todo, o brasileiro fez três passes para finalização e teve sucesso em três de quatro cruzamentos.

Willyan Rocha (Portimonense) 6.6 – O repetente em relação à ronda anterior. Willyan parece ter ganho o lugar ao antigo esteio defensivo dos algarvios, Jadson, e os números dão razão a Paulo Sérgio. Frente ao Benfica somou seis intercepções e outros tantos alívios (ambos máximos da partida), bem como dois bloqueios de remate, e no passe longo esteve a um bom nível, com 11 certos em 21 tentativas e nove passes progressivos eficazes.

Sebastián Coates (Sporting) 6.4O Sporting ganhou em casa ao Paços, mas no final do encontro teve de se sujeitar a uma grande pressão dos “castores”. Nessa fase, Coates foi fundamental, em especial nos lances pelo ar, tendo pela frente um Douglas Tanque muito interventivo neste capítulo. O uruguaio ganhou sete de oito duelos aéreos defensivos e somou nove alívios e dois bloqueios de remate.

Nuno Sequeira (Sp. Braga) 6.7 – O Sporting de Braga deu-se mal com a paragem forçada do campeonato. Dois jogos, duas derrotas, a última em casa, por 1-0, frente ao Boavista. Ainda assim, o ala-esquerdo Nuno Sequeira esteve a um nível alto, com dois dribles concluídos em três tentativas (ambos no último terço), todos os quatro duelos aéreos defensivos ganhos, bem como os dois ofensivos, e ainda quatro desarmes.

Filipe Augusto (Rio Ave) 7.3 – O pêndulo dos vilacondenses. O médio voltou a exibir-se de forma consistente, na vitória no terreno do Moreirense, e foi mesmo o melhor em campo, com números de elevadíssimo nível: quatro passes para finalização, eficácia de passe de 90%, incríveis 19 passes progressivos certos, dez de 12 passes longos completos, dois dribles eficazes (100%) e 124 acções com bola, de longe o valor mais elevado – Rosic, o segundo neste parâmetro, não passou dos 86.

Dener Clemente (Portimonense) 7.6 – Outra excelente exibição do jogo no Algarve, em especial na segunda parte. Dener foi o melhor em campo ante o Benfica, tendo feito um golo e estado em evidência em diversos momentos da partida. No passe completou 93% do total (54 de 58), acertou oito de nove passes longos e, no trabalho colectivo, somou cinco desarmes, o máximo da partida.

João Carlos Teixeira (Vitória SC) 8.2A grande figura da ronda. O médio tem emprestado uma classe extra ao futebol do Vitória de Guimarães, apesar de os minhotos ainda não terem vencido nesta retoma da Liga (dois empates). No 1-1 na visita ao Belenenses, na Casa do Futebol, João Carlos Teixeira fez o golo da sua equipa, enquadrou dois dos três remates que realizou, fez dois passes para finalização e recuperou oito vezes a posse de bola.

Pizzi (Benfica) 7.5 – O médio continua a ser alvo de críticas de alguns adeptos, mas responde com números que poucos conseguem igualar. Para além de ter apontado um golo em Portimão, Pizzi fez uma assistência em quatro passes para finalização e ainda fez três desarmes e cinco recuperações de posse.

Bruno Tabata (Portimonense) 7.4O extremo brasileiro foi uma dor de cabeça para a defesa benfiquista. Para além de ter sido o mais rematador do jogo, com quatro disparos (um enquadrado), registou uma assistência, completou quatro de cinco tentativas de drible e ainda apresentou 11 recuperações de posse.

Ronan David (Tondela) 7.9 – Os beirões venceram apenas pela segunda vez esta época perante o seu público, na recepção ao Desportivo das Aves. O ponta-de-lança brasileiro foi o herói da partida, ao fazer os dois tentos do encontro, num total de dois remates. Ronan ganhou ainda os dois duelos aéreos ofensivos em que participou e só falhou um de 13 passes.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-26-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 26ª jornada da Liga NOS 19/20, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J26STATGPRMVP
1-3



2-2



2-2



1-0
1-1



2-0



0-1



1-0
0-1



GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR