Tudo na mesma no topo da tabela, concluída a 30ª jornada da Liga NOS. Com maior ou menor dificuldade, os dois da frente venceram. Primeiro foi o FC Porto a bater o Santa Clara em casa pela margem mínima, 1-0 num jogo complicado perante uma formação açoriana atrevida. No fecho da ronda, o Benfica recebeu e goleou o Marítimo por 6-0, na segunda mais expressiva goleada da época.

Este resultado gordo na Luz, fruto de excelentes exibições colectiva e individuais na segunda parte, acabou por influenciar decisivamente o “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings. Os “encarnados” colocam nada menos que cinco jogadores na equipa semanal, em todos os sectores – excepto na baliza -, com especial incidência no mais avançado. Esta é a segunda vez que o Benfica empresta cinco nomes numa só jornada, repetindo o feito da 21ª ronda, quando goleou o Nacional por 10-0. Assim, são seis os jogadores dos “grandes” a figurarem nesta equipa, juntando-se mais um do Sporting, perante a ausência de “dragões”.

Em relação à jornada anterior registamos apenas dois repetentes e há três estreias absolutas, com a particularidade de uma delas ter sido logo o jogador da jornada, com o melhor rating e desempenho da ronda. E desta vez não há Bruno Fernandes.Vamos aos craques.

GoalPoint-Onze-jornada-30-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

Daniel Guimarães (Nacional) 7.9 – O primeiro repetente. O Nacional está a viver uma das fases mais complicadas da temporada e o seu guarda-redes, apesar de não evitar sozinho os maus resultados, tem estado em grande destaque. Frente ao Sporting, o brasileiro fez nove defesas (número mais alto da jornada), seis a remates na sua grande área, uma a um disparo ao ângulo. O mais impressionante é que ao intervalo já somava oito intervenções.

Rodrigo Soares (Aves) 7.3 – Após uma ausência de três jornadas, o lateral do Aves está de regresso, no meritório triunfo em casa do Vitória SC, registando uma assistência e duas ocasiões flagrantes criadas em cinco passes para finalização (máximo da ronda). Na retaguarda fez sete recuperações de posse e seis acções defensivas.

Toni Borevkovic (Rio Ave) 7.1 – O croata, que falhou 11 jogos por lesão, realizou uma excelente exibição no triunfo da sua equipa na visita ao Belenenses. O central marcou um dos golos do Rio Ave e na retaguarda esteve em bom nível, ganhando os dois duelos aéreos defensivos em que participou e somando 14 acções defensivas, entre elas nove alívios.

Mathieu (Sporting) 6.6 Bom jogo do central, mais pelo que fez em termos ofensivos do que defensivos, perante a pouca acutilância do Nacional no último terço. O francês rematou três vezes (nenhuma enquadrada), fez dois passes para finalização e teve sucesso em 89% dos passes que tentou, com eficácia em nove de 12 entregas longas.

Álex Grimaldo (Benfica) 7.9 – Na goleada benfiquista, o lateral-esquerdo voltou a realizar uma exibição de grande nível, mais uma vez nos momentos ofensivos. Para além de uma assistência em dois passes para finalização, o espanhol teve sucesso em três de sete cruzamentos, foi o jogador com mais acções com bola (100) e completou as duas tentativas de drible. E ainda registou quatro desarmes.

Florentino Luís (Benfica) 6.7 – O jovem “trinco” tem vindo a refinar o seu jogo. Mais uma vez, cobriu uma enorme área de terreno e terminou com números muito interessantes: 93% de eficácia de passe, dez recuperações de posse, oito intercepções (máximo da 30ª jornada) e três desarmes. Em dez jogos oficiais pelo Benfica (Liga e UEFA), Florentino vai em oito ratings acima de 6.0.

Éber Bessa (Vitória FC) 6.7 – O brasileiro está a fazer uma bela época no Vitória sadino. Veloz e versátil, Bessa não marcou qualquer golo no empate caseiro ante o Portimonense, mas fez a assistência para o tento vitoriano, num total de quatro passes para finalização, e ajudou colectivamente com 11 recuperações de posse e 13 acções defensivas, com destaque absoluto para seis bloqueios de passe.

Pizzi (Benfica) 7.4 – O terceiro benfiquista da lista é uma cara conhecida nestas andanças. Pizzi vai na décima presença nos “onzes” da jornada, apenas menos duas que o jogador mais “chamado”, o sportinguista Bruno Fernandes. O médio benfiquista marcou um golo ao Marítimo, em cinco remates (um enquadrado), fez uma assistência em três passes para finalização, completou 60 de 65 passes e somou 89 acções com bola.

Franco Cervi (Benfica) 8.4 A grande figura da jornada. O argentino andava há muito arredado da titularidade no Benfica e também dos golos, mas aproveitou a oportunidade para brilhar, com um bis ao Marítimo, conseguido na sequência de cinco remates (dois enquadrados). Realizou ainda dois passes para finalização e totalizou sete desarmes. Uma noite em cheio para o pequeno extremo, a atacar e a defender.

João Félix (Benfica) 8.2 – Pouco atrás de Cervi nos ratings ficou João Félix, que voltou a viver uma noite de grande fulgor e abriu o activo bem cedo ante os insulares. O jovem avançado fez dois golos em três remates, realizou uma assistência, criou duas ocasiões flagrantes em dois passes para finalização, e foi sempre um perigo à solta pela facilidade de surgir nos espaços vazios.

Ricardo Horta (Sp. Braga) 7.3 – O atacante do Braga está a ressurgir neste final de época. No triunfo “arsenalista” em casa do Feirense, Horta fez um golo em sete remates (máximo da jornada), e ajudou defensivamente com quatro recuperações de posse.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-30-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 30ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint ou no novo artigo-resumo da jornada, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J30STATGPRMVP
1-1
1-0
0-1
0-2
1-3
0-1
0-2
1-0
6-0