bonus-60-goal-point-parceiros-apostas-desportivas-700x90

A 31ª jornada da Liga NOS ofereceu momentos de grande tensão, com resultados potencialmente decisivos na discussão do título. Tudo começou na sexta-feira, no arranque da ronda, com o FC Porto a chegar a uma vantagem de 2-0, antes de permitir a reacção do Rio Ave, que chegou ao empate. Dois pontos perdidos pelos campeões nacionais, dois dias antes de o Benfica deslocar-se a Braga, para o embate teoricamente mais complicado até final do campeonato.

O Benfica esteve a perder, mas uma segunda parte de grande nível permitiu-lhe dar a volta ao resultado e vencer por 4-1, destacando-se na liderança do campeonato com mais dois pontos que os “dragões” e com apenas três jornadas para disputar até final da prova. Porém, se esse jogo deu ao “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings, o melhor jogador da ronda, não foi deste embate que saiu a formação mais representada.

No sábado, o Sporting recebeu o Vitória de Guimarães e realizou uma das melhores exibições da época. Os “leões” dominaram por completo o seu adversário e venceram por 2-0, graças a uma excelente prestação colectiva, mas também a diversas individuais, que deram ao jogo três ratings acima de 8.0 e quatro jogadores leoninos para a equipa da jornada.

Quanto a repetentes em relação à anterior, apenas um, o sportinguista Mathieu, que voltou a mostrar uma consistência assinalável. Estreantes esta temporada nos “onzes” temos três. Mas vamos aos craques da ronda.

GoalPoint-Onze-jornada-31-Liga-NOS-201819-1-infog
Clique para ampliar

 

Giorgi Makaridze (Vitória FC) 7.2 – O único jogo sem golos desta jornada teve a marca de Makaridze. O guardião georgiano foi o melhor em campo na visita setubalense aos Açores, com quatro defesas, três a remates na sua grande área, um que se dirigia a um dos ângulos da baliza. Uma estreia em grande nos “onzes”.

Éder Militão (Porto) 7.3 – Tal como Brahimi, o defesa brasileiro foi dos poucos portistas a fugir da mediania, no empate 2-2 na visita ao Rio Ave. O defesa, que actuou a lateral, esteve sempre uns furos acima dos demais, terminando a partida com dois dribles completos em duas tentativas, todos os seis duelos aéreos defensivos ganhos (e os três ofensivos), sete recuperações de posse, quatro desarmes e cinco intercepções.

Rafik Halliche (Moreirense) 6.7 – Esta é a terceira presença do argelino nas equipas semanais. O Moreirense foi derrotado por 3-1 na visita ao Boavista, mas o central foi o melhor dos cónegos. Para além de ter sido ele a marcar o tento visitante, na sequência de dois remates (ambos enquadrados), Halliche terminou com 90% de eficácia de passe (oito longos certos em dez), foi o jogador com mais acções com bola (89) e ganhou nada menos que nove dos dez duelos aéreos defensivos em que participou.

Mathieu (Sporting) 6.5 – O repetente da ronda. O central francês voltou a estar em bom nível no triunfo leonino sobre o Vitória de Guimarães. Para além de ter registado 88% de eficácia no passe, Mathieu ganhou três de quatro duelos aéreos defensivos, recuperou nove vezes a posse de bola e somou oito acções defensivas.

Marcos Acuña (Sporting) 8.7Grande exibição do argentino, um dos melhores da tarde de sábado em Alvalade. O ala começou a partida a lateral-esquerdo, tendo estado intratável a defender e a atacar. Na frente criou uma ocasião flagrante de golo em sete passes para finalização, na retaguarda somou 12 acções defensivas, entre elas cinco desarmes.

Rafael Costa (Boavista) 6.5 – Os “axadrezados” conseguiram uma vitória folgada e importante sobre a grande sensação da prova, o Moreirense, e o médio-defensivo foi dos melhores em campo. Rafael Costa integrou-se bem no ataque, com três remates, um deles ao ferro, fez a assistência para um dos golos, em dois passes para finalização, e recuperou sete vezes a posse de bola.

Bruno Fernandes (Sporting) 8.3 Após uma rara ausência nos “onzes” na jornada passada, o médio regressa em grande estilo, naquela que é a 13ª presença. Desta feita, Bruno Fernandes não marcou, mas terminou o jogo ante o Vitória com números de grande nível: seis remates (dois enquadrados), uma assistência e três ocasiões flagrantes criadas em oito passes para finalização (máximo da ronda), dois duelos aéreos ofensivos ganhos em três e seis recuperações de bola. Um desequilibrador por excelência.

Luquinhas (Aves) 8.0 – A segunda estreia da jornada nos nossos “onzes”. O Aves recebeu o Belenenses, foi dominado em diversos parâmetros de jogo, como posse de bola e qualidade de passe, mas não nos remates e na eficácia, vencendo por 3-0. Luquinhas foi o melhor em campo. O médio fez uma assistência em dois passes para finalização, errou apenas uma de 16 entregas, completou as duas tentativas de drible, recuperou 11 vezes a posse de bola e somou 12 acções defensivas, com destaque para quatro desarmes e cinco intercepções.

Raphinha (Sporting) 8.8 A grande figura da vitória leonina foi Raphinha. O extremo defrontou a sua antiga equipa e foi fundamental no seu derrube. Para além de ter marcado um golo (o primeiro), o brasileiro fez quatro remates, dois enquadrados e um ao ferro, fez uma assistência em cinco passes para finalização e completou três de quatro tentativas de drible. Uma prestação de alto nível, que lhe valeu o segundo rating mais elevado da jornada.

Rafa Silva (Benfica) 9.1 – O destaque da semana vai para Rafa Silva. Num jogo discreto do Benfica e do jogador na primeira parte em Braga, o segundo tempo trouxe uma “águia” transfigurada, que teve no extremo a sua principal figura, ao ponto de registar um dos ratings mais elevados da temporada (o quinto). Rafa fez um golo, após serpentear entre vários adversários, enquadrou os dois remates que fez, criou uma ocasião flagrante em dois passes para finalização e completou com sucesso sete das nove tentativas de drible.

William (Chaves) 7.2 – A derradeira estreia da jornada. O Chaves recebeu e goleou o Nacional da Madeira por 4-1, apesar do domínio estatístico dos insulares, e o avançado não foi “de modas”, fazendo um “hat-trick”. Ao todo, o brasileiro fez três remates, todos enquadrados e concretizados, tendo participado em 19 duelos aéreos ofensivos. Porém só ganhou dois…

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-31-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 31ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint ou no novo artigo-resumo da jornada, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J31STATGPRMVP
2-2
0-0
1-0
2-0
3-0
4-1
2-0
1-4
3-1