bonus-60-goal-point-parceiros-apostas-desportivas-700x90

A Liga NOS 2018/19 está a uma jornada do fim e a 33ª ronda colocou o Benfica a um passo de conquistar o seu 37º título de campeão nacional. Os comandados de Bruno Lage foram a Vila do Conde vencer o Rio Ave por 3-2, num jogo muito complicado para os líderes da prova. Um pouco antes o FC Porto havia goleado o Nacional por 4-0, mantendo a pressão sobre as “águias” e atirando os insulares para a segunda divisão.

Os “dragões” são, aliás, o único “grande” a colocar um jogador no “onze” da jornada, com base nos GoalPoint Ratings. Sim, leu bem. Desta feita há somente um representante dos “três grandes” na equipa da ronda, e logo um jogador que também esteve presente na selecção da 32ª jornada. Alex Telles é o único repetente num surpreendente lote de jogadores que tem nada menos que seis caras novas esta temporada, estreantes absolutos em 2018/19.

O emblema em destaque é o Vitória de Guimarães. Os minhotos receberam e golearam o Belenenses por esclarecedores 5-1 e colocam cinco jogadores no “onze”, igualando o feito do Benfica na 21ª jornada. Ainda assim, nenhum é o jogador com melhor rating. Esta semana temos dois atletas a partilhar o destaque de melhores da ronda. Conheça todos os detalhes das melhores prestações da jornada 33.

GoalPoint-Onze-jornada-33-Liga-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

Rafael Bracali (Boavista) 7.4 – Num jogo com seis golos, os “axadrezados” despediram-se esta época do seu público com uma impressionante vitória por 4-2 sobre o Sporting de Braga. Um dos principais responsáveis por este desfecho foi o seu guarda-redes, que foi o melhor em campo, fruto de sete defesas, seis delas a remates de dentro da grande área, uma delas espectacular, a negar golo a Paulinho. Uma estreia do guardião das “panteras” nestas escolhas.

Dodô (Vitória SC) 6.9 – Outra estreia foi a de Dodô. O brasileiro aproveitou a oportunidade na equipa minhota para realizar uma excelente prestação, marcada pela obtenção de um golo. O lateral completou ainda quatro de seis tentativas de drible, sem que tivesse necessitado de realizar grande trabalho defensivo.

Vasco Fernandes (Vitória FC) 6.4 – Segunda presença do defesa sadino nas equipas semanais. No triunfo do Vitória em Chaves, o capitão da equipa esteve quase intransponível, registando 14 acções defensivas, entre elas seis alívios, e ainda ganhou três de seis duelos aéreos defensivos.

Pedro Henrique (Vitória SC) 6.6Jogo consistente de Pedro Henrique no eixo da defesa minhota, que lhe garantiu a terceira presença em “onzes” nesta temporada. Na retaguarda ganhou os quatro duelos aéreos defensivos em que participou e somou seis acções defensivas. Na frente criou uma ocasião flagrante de golo.

Alex Telles (Porto) 6.9 – O único repetente em relação à jornada anterior e o único representante dos “grandes”. O brasileiro esteve em grande na goleada portista ao Nacional, com um golo marcado de livre directo (o 1-0), uma ocasião flagrante criada em quatro passes para finalização e 93% de eficácia de passe.

Nwankwo Obiora (Boavista) 7.1 – Mais uma estreia. O médio-defensivo boavisteiro esteve muito activo a anular o meio-campo bracarense, com dez acções defensivas (quatro desarmes e outras tantas intercepções) e sete recuperações de posse. E ainda teve tempo de subir no terreno para fazer um golo. Bom jogo do nigeriano.

Dener (Portimonense) 8.0Um dos dois melhores jogadores da jornada. O brasileiro dos algarvios esteve no melhor da sua equipa, na vitória sobre o Marítimo, sendo fundamental na reviravolta no marcador. Um golo, uma ocasião flagrante criada em cinco passes para finalização e 84% de eficácia de passe foram as principais estatísticas do médio nesta partida. Uma bela estreia de Dener nos “onzes”.

Tozé (Vitória SC) 7.5 – O criativo vitoriano foi o melhor em campo na goleada imposta ao Belenenses. Com um golo marcado em dois remates (ambos enquadrados), Tozé ganhou ainda a grande penalidade que cobrou, fez um passe para finalização e teve sucesso numa de duas tentativas de drible.

Ola John (Vitória SC) 7.4 – O extremo holandês não tem tido uma época brilhante em Guimarães, mas frente ao Belenenses mostrou qualidade que, para muitos, o jogador sempre teve e teima em não mostrar. Para além de dois remates, um deles ao ferro, Ola somou duas assistências em três passes para finalização, acertou todos os 11 passes que fez e completou as três tentativas de drible. Pecou com uma ocasião flagrante desperdiçada. Uma estreia nos “onzes”.

Davidson (Vitória SC) 7.4 – O outro extremo vitoriano aproveitou da melhor forma os dois remates que fez no jogo, conseguindo um bis. Dois tentos que abrilhantam uma prestação que registou ainda uma assistência. Uma tarde em que o brasileiro mostrou mais qualidade do que quantidade no seu jogo ofensivo.

Guilherme Schettine (Santa Clara) 8.0 – O avançado do Santa Clara acompanha Dener no rating e no facto de ter sido o melhor da ronda em estreia nestas equipas. Ante o Feirense, o brasileiro fez um “hat-trick” nos três remates enquadrados que realizou (num total de quatro disparos).

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-33-LIGA-NOS-201819-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 33ª jornada da Liga NOS 18/19, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint ou no artigo-resumo da jornada, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J33STATGPRMVP
0-1
4-4
3-2
4-2
1-1
1-2
5-1
0-4
2-3