TotoRating BannerA liderança da Liga NOS mudou de mãos à oitava jornada. O sensacional Famalicão perdeu pela primeira vez no campeonato, na deslocação ao Estádio do Dragão, por 3-0, com o FC Porto a assumir, assim, o comando do campeonato com os mesmos pontos do Benfica. As “águias” venceram pela margem mínima na deslocação a Tondela, somando os mesmos 21 pontos dos “azuis-e-brancos” e mais dois que os famalicenses.

Este foi o facto mais relevante de uma ronda que teve algumas exibições individuais de grande qualidade, expressas nos GoalPoint Ratings. É com esta base que apresentamos o “onze” da oitava jornada da Liga NOS, o qual tem três emblemas com dois representantes cada: Porto, Paços de Ferreira e Sporting. Os “leões” voltaram a vencer sob o comando de Jorge Silas, desta feita em casa, por 3-1, sobre o Vitória de Guimarães, ultrapassando os minhotos na tabela. Sebastián Coates foi uma das figuras leoninas e é mesmo o único repetente em relação ao “onze” da sétima jornada.

Quando a estreias esta época registaram-se quatro, sendo que três tiveram logo os ratings mais elevados da ronda. Confira connosco.

GoalPoint-Onze-jornada-8-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

 

Marco Pereira (Santa Clara) 7.8 – Esta é a segunda presença de Marco nos “onzes” desta temporada. O guarda-redes começa a ser um caso sério e ocupa mesmo o pódio de percentagem de remates enquadrados (85,4%) defendidos nas principais Ligas europeias. Frente ao Sporting de Braga não conseguiu evitar a derrota da sua equipa, no fecho da ronda, mas perante uns minhotos que fixaram um novo máximo de remates enquadrados (12), as dez defesas de Marco (máximo da jornada… e da Liga 19/20) terão impedido os açorianos de saírem da Pedreira goleados.

Bruno Santos (Paços de Ferreira) 6.6 – Os “castores” continuam em penúltimo e apenas com uma vitória, mas em termos exibicionais as coisas nem correm mal. No nulo na recepção ao Rio Ave, os pacenses estiveram bem e um dos destaques foi o seu lateral-direito. Bruno Santos criou uma ocasião flagrante e recuperou oito vezes a posse de bola, mas foi nos duelos que brilhou, ao vencer os oito aéreos em que participou, cinco deles ofensivos.

Sebastián Coates (Sporting) 7.4 – O único repetente da ronda anterior. O uruguaio foi muito importante no triunfo leonino sobre o Vitória de Guimarães, não só pelo golo que marcou – foi um dos mais rematadores, com três disparos, dois enquadrados -, mas pela consistência defensiva que ofereceu ao conjunto leonino, com quatro duelos aéreos defensivos ganhos em cinco e sete alívios.

Pepe (Porto) 7.3Excelente a exibição do Porto ante o então líder Famalicão, com destaque para o internacional luso. Pepe foi o mais interveniente na partida, com 88 acções com bola, e ganhou todos os duelos aéreos em que participou, incluindo três ofensivos.

Marcos Acuña (Sporting) 7.5 – O argentino vem cimentando a sua importância no futebol leonino. Num jogo em que o Sporting foi tão competente a defender como a atacar, Acuña personalizou essas duas facetas, tendo sido a grande figura do triunfo sobre os vimaranense. Um golo, uma ocasião flagrante criada em quatro passes para finalização, três dribles eficazes em seis tentativas, dez recuperações de posse e seis desarmes são números de grande nível.

Mohamed Diaby (Paços de Ferreira) 7.5 – O médio-defensivo do Paços tem dado cartas neste campeonato, apesar da vida difícil da equipa recém-promovida. Na sua segunda presença nos “onzes”, Diaby foi o melhor em campo ante o Rio Ave, com dois passes para finalização, quatro dribles eficazes em cinco tentativas e ainda quatro desarmes.

Otávio Monteiro (Porto) 6.8 – O brasileiro não falha e, sempre que é opção, regular ou não, na ala ou no meio, cumpre a sua missão. No triunfo sobre o Famalicão, Otávio foi uma fonte de criação, tendo somado uma assistência em quatro passes para finalização e tido sucesso em três de quatro cruzamentos. E ainda completou duas de quatro tentativas de drible.

Bruno Tabata (Portimonense) 8.4 – A grande figura da jornada. O Portimonense visitou o Gil Vicente e não foi além de um empate 1-1, num jogo longe de empolgante, mas o brasileiro esteve bem acima dos demais. O extremo fez a assistência para o tento algarvio, registou três passes para finalização, teve sucesso em dois de seis cruzamentos e completou seis de oito tentativas de drible, cinco delas no último terço do terreno. Não satisfeito, ainda somou dez recuperações de posse e quatro desarmes.

Ricardo Horta (Sp. Braga) 8.1 – Uma das grandes figuras da ronda. O extremo “arsenalista” foi o melhor em campo na vitória bracarense sobre o Santa Clara por 2-0, com um golo e uma assistência, e os seus restantes números ofensivos não deixam de impressionar: três remates, dois enquadrados, quatro passes para finalização e dois cruzamentos, ambos eficazes.

Welinton Jr. (Desp. Aves) 7.8 – O Aves prossegue a sua travessia do deserto, com mais uma derrota, a oitava, na visita ao Belenenses. Contudo, o “lanterna-vermelha” do campeonato mostrou algum futebol de qualidade, tendo estado mesmo a vencer o Belenenses no Jamor, por 2-1, antes de permitir a reviravolta. Welinton foi a figura da sua equipa, ao apontar os dois golos do Aves (ambos de belo efeito) sendo, ao mesmo tempo, o mais rematador do jogo, a par de Licá, com cinco disparos, dois enquadrados.

Licá (Belenenses) 8.1 – Por falar em Licá, o atacante “azul” esteve na génese da reviravolta do emblema lisboeta, ao bisar na partida, tendo o seu segundo golo (o 2-2) sido marcado de calcanhar. Ao todo enquadrou três de cinco remates e teve sucesso em duas de três tentativas de drible.

Fechamos com os jogadores que lideraram o nosso “barómetro” de variáveis nesta jornada:

GoalPoint-Tops-Jornada-8-Liga-NOS-201920-infog
Clique para ampliar

 

São estes os melhores da 8ª jornada da Liga NOS 19/20, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA NOS | J8STATGPRMVP
0-0


1-1



3-2



0-0



1-1



0-1



3-0


3-1
2-0