O que é isso do passe ofensivo valioso GoalPoint?

-

Um dos principais desafios que se colocam no Futebol moderno passa por encontrar novas soluções para desmontar organizações defensivas cada vez mais eficazes. Esta dificuldade crescente decorre, por um lado, do “trabalho de casa” cada vez mais informado e bem preparado, por parte das equipas técnicas. Por outro, a chegada de um VAR cirurgicamente inclemente na aplicação da lei do fora-de-jogo exige cada vez maior criatividade e soluções, na procura de formas de colocar a bola mais próxima da baliza adversária, com perigo.

[ A publicação deste comparativo gerou um pedido de um Goalpointer: “digam-me quem lidera o passe ofensivo valioso” ]

Mais do que ofensivo, mais do que vertical… um passe valioso

Este foi o contexto no qual decidimos “criar”, esta época, uma métrica que, fazendo uso dos dados que há muito trabalhamos, nos permite contabilizar e mapear aquilo a que chamámos o passe ofensivo valioso, que veio somar-se ao passe para finalização (ou passe-chave, o passe que precede um remate) e ao passe eficaz para o último terço.

O que é o passe ofensivo valioso? O conceito é tão simples como relevante, na hora de identificar os jogadores que demonstram maior frequência e eficácia na colocação de bolas à disposição dos colegas, nas imediações da baliza adversária. O passe ofensivo valioso mede, assim, qualquer passe, entregue com eficácia, a um colega que se situe a menos de 25 metros do golo, independentemente de essa entrega preceder ou não um disparo. Obtemos assim uma métrica mais abrangente acerca da construção de perigo próximo da baliza, a qual não se deve circunscrever apenas ao passe para finalização nem ficar pelo (generalista) passe para o último terço. 

[ Jack Grealish é o 2º jogador das Ligas Europeias 20/21 que mais passes ofensivos oferece, nada menos que 212 ]

Clique para ampliar

Um top de vedetas

Se após a introdução anterior ainda lhe sobram dúvidas sobre a relevância desta variável, a actualização do top das Ligas europeias do momento acaba com elas: esta é uma variável que distingue os jogadores que “mandam no jogo” ofensivo das suas equipas, não admirando que seja liderado por futebolistas incontornavelmente associados à ideia de perigo nas imediações da área contrária.

GoalPoint-High-Value-Attacking-Passes-Europe-17.03.2021-infog
Clique para ampliar

A constatação do actual top europeu fundamenta a dúvida acerca do acerto desportivo do Barcelona, na dispensa do melhor marcador da La Liga do momento, agora ao serviço do Atleti. Terá sido boa ideia “despachar” um goleador como Luis Suárez quando se tem três dos dez (o jovem Pedri surge também no 8º posto) mais produtivos da Europa na hora de colocar a bola com sucesso nas imediações da baliza contrária? A resposta parece óbvia, cruzando o top com a classificação da Liga espanhola.

[ Os locais a partir dos quais Messi realizou os 294 passes ofensivos valiosos que soma na La Liga 20/21 ]

Clique para ampliar

Em Portugal continua tudo… no mesmo Otávio

Há cerca de dois meses revelarmos o líder da Liga NOS em passes ofensivos valiosos. O top mudou pouco desde então, e muito menos o fez o líder, que tal como os três perseguidores, até aumentou a produção/cadência a cada 90 minutos. Otávio Monteiro pode não ser referido por todos como um dos maiores “craques” da Liga, mas por estas bandas sabemos bem tudo aquilo em que se destaca e uma dessas disciplina continua a ser a frequência com que oferece passes ofensivos valiosos aos colegas, o que, somado à sua capacidade para recuperar bolas no meio-campo ofensivo, o tornam um caso único na Liga.

Clique para ampliar

O médio portista é, aliás, o décimo melhor das principais Ligas europeias (Top 5 + Liga NOS) num top onde também surge Bruno Fernandes, no sétimo lugar. A classificação do brasileiro ganha ainda maior valor se tivermos em conta que, para encontrar o próximo “Liga NOS”, temos de descer até ao 19º lugar do ranking, ocupado por Tecatito Corona.

[ Os 105 passes ofensivos valiosos de Otávio na Liga NOS 20/21 ]

Clique para ampliar

Mas a análise do ranking de passes ofensivos valiosos da Liga NOS revela outra grande curiosidade, e daquelas que, à primeira, parece questionar a relevância desta variável. O primeiro jogador do líder Sporting a surgir na lista é Nuno Santos (3,2 passes) e aparece apenas na… 18ª posição! No entanto, mais do que colocar em causa a importância da variável, este facto sublinha sim o carácter verdadeiramente excepcional do modelo de jogo do Sporting de Rúben Amorim, uma ideia que privilegia a objectividade em “prejuízo” da quantidade e que é, cada vez mais, um “case study” merecedor de uma análise própria, no futuro.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.