O XI da 20ª ronda da Liga 20/21 ⭐

-

E a 21ª jornada está já aí à porta. O que tem de tão importante? Tem o “clássico” do Estádio do Dragão, entre FC Porto e Sporting, que pode começar a definir o campeão nacional. Pode porque as duas equipas estão separadas por dez pontos. Se o Porto vencer relança a discussão. Se houver triunfo leonino, ou mesmo empate, a discussão do título começa a ficar claramente arrumada mas uma vitória “azui-e-branca” pode oferecer uma recta final mais emocionante.

O Porto esteve mesmo para chegar a esse encontro com 12 pontos de desvantagem, mas nos descontos do derradeiro jogo da ronda 20, uma grande penalidade acabou por garantir três pontos para os campeões nacionais em casa do Marítimo. As duas figuras maiores dos “azuis-e-brancos” nesse embate estão presentes no “onze” GoalPoint Ratings da jornada, que tem o Sporting de Braga como emblema em destaque. São três os “arsenalistas” na equipa dos melhores desempenhos, incluindo o MVP, que quase chegou à nota máxima.

Quanto a repetentes, desta feita não temos sorte, pois as “pedras” mudaram todas, mas há cinco estreias esta temporada nos “onzes” incluindo a figura da ronda. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-jornada-20-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

Agustín Marchesín (Porto) 7.1 – O campeão bem pode agradecer a Marchesín por ter saído dos Barreiros com os três pontos. Fantásticas as duas defesas seguidas a cabeceamentos de Zainadine e recarga de Léo Andrade na segunda parte, qualquer um dos remates com selo de golo. O argentino terminou o jogo com seis defesas, máximo da ronda, cinco a disparos na sua grande área, duas a remates a menos de oito metros.

Ricardo Esgaio (Braga) 6.4 – Esta época o irmão Tiago tem quase monopolizado a presença em “onzes” (em especial os do mês), mas desta feita é a vez de Ricardo, que se estreia em 2020/21. Na vitória do Braga ante o Tondela, o lateral teve sucesso em 95% dos 55 passes que realizou e esteve muito bem na retaguarda, com três acções defensivas no meio-campo contrário, três desarmes e quatro intercepções.

Nahuel Ferraresi (Moreirense) 7.8 – Um central com este rating sem ter marcado um golo ou realizado uma assistência é coisa rara. Contudo, a prestação de Ferraresi no Bessa justifica-o, apesar de não ter evitado a derrota da sua equipa. O venezuelano terminou com números defensivos absurdos, com destaque para os nove duelos aéreos defensivos ganhos… em nove. Somou ainda sete recuperações de posse, três desarmes, quatro intercepções e cinco alívios, mas a sua influência notou-se também noutros momentos. Aos dois dribles eficazes juntou uma ocasião flagrante criada em dois passes para finalização, três passes ofensivos valiosos e 92 acções com bola (máximo do jogo).

Zouhair Feddal (Sporting) 6.6 – O marroquino chegou a Alvalade por entre desconfiança e incógnita, mas já fez mais do que o suficiente para conquistar a crítica, pelo que faz defensivamente, mas também ofensivamente, a marcar ou a assistir. No triunfo leonino sobre o Portimonense, Feddal fez o primeiro golo da partida, enquadrou dois de três remates, somou quatro acções com bola na área contrária e registou sete acções defensivas.

Rúben Vinagre (Famalicão) 6.4 – Reforço de Inverno, emprestado pelo Wolverhampton, o jovem lateral de 21 anos esteve em grande no regresso do Famalicão às vitórias, em especial nos momentos ofensivos. Para lateral, nada mau registar seis acções com bola na área contrária, muito menos tentar dez vezes o drible e concluir seis (máximo da ronda), cinco deles no último terço. Além disso somou dois passes para finalização e teve sucesso em dois de cinco cruzamentos.

Matheus Uribe (Porto) 7.4 – O melhor em campo na vitória do “dragão” na Madeira. O colombiano esteve em todo o lado, conferindo solidez defensiva, critério na construção e peso ofensivo. Além do golo que marcou, Uribe fez oito passes ofensivos valiosos, completou 91% dos 84 passes que realizou, somou o máximo de acções com bola (97) e fez 11 recuperações de posse.

Bruno Costa (P. Ferreira) 7.1 – O médio voltou a mostrar toda a sua influência na equipa do Paços de Ferreira, e logo num jogo de vital importância, ante o Vitória SC, rival na luta pelo quinto lugar. Bruno Costa foi o melhor em campo, somando uma assistência, 93% de eficácia de passe e quatro dribles eficazes em quatro tentativas.

João Novais (Braga) 9.4 – A grande figura da jornada e logo com o terceiro rating mais alto da época. O médio dos “guerreiros” desfez por completo a organização defensiva dos beirões, com um grande golo, duas ocasiões flagrantes criadas em quatro passes para finalização, incríveis três passes de ruptura, sete passes progressivos certos, dez longos certos em 15, 17 progressivos eficazes, mas também o máximo de acções com bola (108), dez recuperações de posse e quatro acções defensivas no meio-campo contrário. Uma exibição “à patrão”.

Lucas Piazón (Braga) 8.9 – Não fosse o desempenho de João Novais e estaríamos aqui a desfazermo-nos em elogios a Lucas Piazón como jogador da ronda. Elogios esses que merece, de qualquer forma. O ex-Rio Ave fez dois golos ao Tondela em quatro remates (dois enquadrados), somou duas assistências em quatro passes para finalização e acumulou excelentes dez acções com bola na área contrária. Não fossem alguns pormenores estatísticos, entre os quais uma ocasião flagrante perdida, e teria arrumado o MVP, do jogo e da semana, quiçá com um rating perfeito.

Angel Gomes (Boavista) 8.0 – Mais uma exibição acima da média da grande figura do Boavista. Angel Gomes foi o motor ofensivo no triunfo “axadrezado” sobre o Moreirense, terminando com números de excelência. Foi dele o único golo do encontro, ao qual juntou dois remates enquadrados em três, incríveis três ocasiões flagrantes criadas em quatro passes para finalização e um passe de ruptura. Não fosse o desacerto dos colegas na finalização e estaríamos perante um rating bem mais elevado.

João Pedro (P. Ferreira) 6.6 – A “traição” da jornada. O açoriano jogou no Vitória de Guimarães, mas na época seguinte após deixar o “Berço” marcou um dos golos que derrotou os vimaranense. E logo um tento que merece ser visto e revisto. O ponta-de-lança participou ainda em seis duelos aéreos ofensivos, tendo ganho dois.

Fechamos com os jogadores que lideraram o “barómetro” de algumas das variáveis mais relevantes, na jornada finda:

GoalPoint-Tops-Jornada-20-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 20ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J20SUMGPRMVPPAS
xG
1-0
2-1
1-0
2-0
0-1
2-1
4-2
0-0
1-2

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR