O XI da 21ª ronda da Liga 20/21 ⭐

-

A 21ª jornada trouxe-nos um dos mais importantes jogos da Liga NOS esta temporada. Separados por dez pontos, FC Porto e Sporting encontraram-se no Estádio do Dragão para o grande “clássico” da ronda. Os portistas tentavam encurtar distâncias para os “leões”, mas apesar de terem usufruído das melhores ocasiões, o nulo persistiu até ao fim e nada mudou entre ambos quanto a diferença de pontuação. Nem sempre estes jogos de grande cartaz garantem as melhores exibições, mas dois dos intervenientes nessa partida surgem no “onze” GoalPoint Ratings da jornada, a tomarem conta do corredor direito – o esquerdo ficou na “posse” de outro emblema.

Dos “três grandes”, apenas um empresta jogadores a esta equipa, mas do Top 4 da tabela, o Braga surge aqui bem representado, graças a uma vitória importante no terreno do Nacional que lhe permitiu ultrapassar o FC Porto e chegar ao segundo lugar da tabela. Quanto ao Benfica, venceu o Rio Ave em casa, mas nenhum dos desempenhos chegou para incluir aqui um elemento, num “onze” sem representantes em relação à jornada passada e com seis estreantes em 2020/21. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-jornada-21-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

Léo Jardim (Boavista) 7.9 – Os “axadrezados” vinham de um triunfo em casa, mas não conseguiram dar sequência a esse facto na visita ao “Castelo”, apesar de terem estado a ganhar. A pressão do Vitória foi grande e acabou por dar resultados, mas até lá, o guardião visitante realizou uma extraordinária exibição, registando mesmo o melhor rating da jornada. Ao todo foram sete defesas (máximo da ronda), quatro a remates na sua grande área, duas a disparos a menos de oito metros.

Wilson Manafá (Porto) 6.6Um do melhores elementos do “clássico”, em especial nos momentos ofensivos, pois defensivamente teve um pouco menos de trabalho. No único passe para finalização que realizou criou uma ocasião flagrante, perdida por Taremi, somou seis passes ofensivos valiosos e concluiu três de quatro tentativas de drible, duas delas no último terço do terreno. Na defesa, o destaque vai para nove recuperações de posse.

Gonçalo Silva (Belenenses SAD) 6.5 – Os “azuis” estão a atravessar uma fase muito interessante da época, melhorando inclusive os seus índices ofensivos, que eram uma das pechas da equipa de Petit. Defensivamente – apesar de terem sofrido dois golos em Moreira de Cónegos – continuam a fornecer os nossos “onzes” com jogadores. Desta feita é Gonçalo Silva, que fez um golo e registou três intercepções.

Maurício (Portimonense) 6.7 – O regresso do brasileiro a Portimão tem sido um sucesso, com diversas exibições de qualidade. Na recepção ao Marítimo, os algarvios tiveram mais bola, mas permitiram alguns ataques dos insulares que, contudo, foram resolvendo. Maurício foi um dos elementos em destaque nesse processo, registando dez acções defensivas, com destaque para três intercepções, sete recuperações de posse e ganhou os três duelos aéreos defensivos em que participou. No passe esteve imparável, com 103 realizados e 95 completos, ou seja, 92% de eficácia. Desses, 20 foram progressivos.

Gideon Mensah (Vitória SC) 6.9 – O encontro em Guimarães deu mais dois jogadores para este “onze”, ambos do Vitória e os dois a dominarem o flanco esquerdo. O ganês Mensah ocupa a lateral, graças à excelente prestação ante o Boavista. Aos dois passes para finalização, o jovem de 22 anos juntou dois duelos aéreos defensivos ganhos, cinco desarmes e seis alívios.

Al Musrati (Braga) 7.5 – Na Madeira, o Braga tinha a possibilidade de ascender ao segundo lugar do campeonato e foi exactamente isso que fez, graças a uma vitória por 2-1. O líbio voltou a exibir-se a um nível excepcional, sendo o melhor em campo. Defensivamente o destaque vai para três intercepções e outros tantos desarmes, bem como para sete recuperações de posse. Mas foi no passe que brilhou, com dois para finalização, quatro valiosos, 11 progressivos certos e um recital no passe longo. Foram 15 tentados e 14 eficazes.

Fransérgio (Braga) 7.4 – Ao seu lado teve outro jogador em grande forma, que faz como poucos a ligação entre o meio-campo e o ataque. Fransérgio fez um golo, dois passes para finalização, quatro passes ofensivos valiosos, dez passes longos certos em 11, 14 progressivos eficazes e ainda registou quatro desarmes. Uma dupla de centrocampistas de grande qualidade.

João Pedro (Tondela) 7.6 – Os beirões seguem a sua caminhada firme em zonas tranquilas da tabela. Desta feita uma vitória caseira sobre o Gil Vicente, com uma expulsão logo no arranque do jogo e uma grande penalidade aos cinco minutos, convertida por João Pedro. O médio foi o melhor: enquadrou dois dos seus três remates, criou três ocasiões flagrantes em cinco passes para finalização, fez quatro passes ofensivos valiosos, teve sucesso em dois de cinco cruzamentos, somou seis acções com bola na área contrária, assumiu cinco acções defensivas no meio-campo contrário e ainda fez três bloqueios de passe/cruzamento. Esteve em todo o lado.

Jesús Corona (Porto) 7.6 O melhor jogador do “clássico”. Corona manteve sempre um nível elevadíssimo no seu jogo e foi o principal desequilibrador para o lado dos “dragões”. O mexicano fixou o máximo de passes para finalização da jornada, nada menos que seis, um deles para ocasião flagrante, somou cinco passes ofensivos valiosos, teve sucesso em três de cinco cruzamentos e concluiu quatro de sete tentativas de drible. E ainda ajudou com três intercepções.

Rochinha (Vitória SC) 7.5 – O outro elemento saído do encontro no “Castelo”. Rochinha foi o melhor elemento do Vitória, tendo sido autor de um grande golo. Além disso criou uma ocasião flagrante em três passes para finalização, realizou um passe de ruptura, quatro acções com bola na área contrária, completou duas de cinco tentativas de dribles e ainda contribuiu com oito recuperações de posse.

Rafael Martins (Moreirense) 7.3 – O avançado que melhor se exibiu nesta jornada. O brasileiro, de regresso a Moreira de Cónegos, marcou os dois golos da sua equipa no empate 2-2 com o Belenenses, tendo enquadrado os quatro remates que realizou. E ainda fez um passe para finalização e três passes ofensivos valiosos.

Fechamos com os jogadores que lideraram o “barómetro” de algumas das variáveis mais relevantes, na jornada finda:

GoalPoint-Tops-Jornada-21-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 21ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J21SUMGPRMVPPAS
xG
2-1
0-0
3-0
0-0
0-0
1-0
1-2
2-0
2-2

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.