O XI da 26ª ronda da Liga 20/21 ⭐

-

A 26ª jornada da Liga NOS reaproximou as equipas que ocupam o pódio. Será cedo para percebermos se o empate do Sporting em casa com o Famalicão – o segundo consecutivo do “leão” por 1-1 – relançou a discussão do título, porque com oito jornadas por disputar, os seis pontos que a formação de Alvalade tem sobre o FC Porto (e os nove sobre o Benfica) continuam a constituir uma margem confortável. Mas a verdade é que em duas rondas o “leão” perdeu quatro pontos. Ainda assim, o encontro que fechou a ronda teve prestações individuais suficientemente boas para termos dois jogadores do Sporting no “onze” GoalPoint Ratings – que não conta com elementos dos “dragões”, apesar da vitória por 2-0 em Tondela

Aliás, além do “leão” só outras duas equipas têm mais de um representante na equipa semanal, Benfica e Belenenses SAD, sendo que os “encarnados” têm a grande figura da jornada, Haris Seferovic, que conseguiu o primeiro 10.0 da temporada no campeonato luso. Repetentes em relação à 25ª ronda apenas um e há três caras novas esta temporada. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-Luso-J26-Liga-NOS-202021-1-infog
Clique para ampliar

Mateus Pasinato (Moreirense) 6.8 – O brasileiro do Moreirense tem andado pouco pelos “onzes” esta época, mas nas últimas cinco jornadas, esta é a segunda presença. Os cónegos arrancaram uma vitória difícil na visita ao Gil Vicente, por 2-1, graças a um penálti e um autogolo, mas tiveram de lidar com a pressão ofensiva dos gilistas. Aqui entrou Pasinato, que fez cinco defesas (máximo da ronda), três a remates na sua grande área, duas a disparos a menos de oito metros.

Joel Pereira (Gil Vicente) 7.8 – Que grande exibição do lateral-direito do Gil Vicente. A sua equipa acabou derrotada pelo Moreirense, mas Joel esteve a um nível irresistível, tendo sido o melhor em campo. Ao todo registou duas ocasiões flagrantes criadas em quatro passes para finalização, fez cinco passes ofensivos valiosos, acertou nove de 13 passes longos e 13 progressivos.

Henrique (Belenenses SAD) 7.4 – O experiente central dos “azuis” foi fundamental no empate da equipa de Petit na Pedreira. Bem no passe, com 92% de eficácia, foi na retaguarda que brilhou, com 13 acções defensivas, com destaque absoluto para seis intercepções (máximo da jornada) e dois bloqueios de remate. Uma bela estreia nos “onzes”.

Sebastián Coates (Sporting) 7.7 – O uruguaio voltou a ser a voz de comando do Sporting em momento de necessidade, só que desta vez não conseguiu contribuir para o triunfo leonino. Ainda assim, o central foi importante não só a defender, como também a atacar. Na frente fez três remates, criou uma ocasião flagrante em três passes para finalização, somou quatro passes ofensivos valiosos, 78 passes certos (máximo do jogo), oito longos eficazes em dez, mais 18 progressivos concluídos. O mais interventivo no jogo, com 99 acções com bola, completou as duas tentativas de drible e ganhou quatro dos cinco duelos aéreos defensivos em que participou.

Rúben Lima (Belenenses SAD) 7.4 – O melhor em campo na Pedreira. O lateral-esquerdo está a realizar uma época extraordinária a todos os níveis. Este domingo fez a assistência para o golo de Cassierra, somou o máximo de passes para finalização (5) e ainda recuperou sete vezes a posse de bola, fez três intercepções e sete alívios.

Adel Taarabt (Benfica) 8.2 – Os holofotes da visita do Benfica a Paços de Ferreira estiveram todos sobre Haris Seferovic, a grande figura da partida. Mas não passou despercebida a exibição portentosa de Taarabt. O marroquino fez uma assistência em dois passes para finalização, um passe de ruptura, 17 passes ofensivos valiosos, completou incríveis 94% de 93 passes (ou seja, 85, máximo da ronda), somou 13 passes progressivos eficazes, 108 acções com bola (máximo), 11 recuperações de posse e teve sucesso nas quatro tentativas de drible.

Pedro Gonçalves (Sporting) 7.6 – O segundo “leão” da equipa. O bis de Seferovic “obrigou” o jogador leonino a responder para, pelo menos, igualar o suíço na corrida pelo galardão de melhor marcador da Liga. “Pote” abriu o activo em Alvalade, chegando aos 16 golos, e foi um dos melhores em campo, num regresso ao miolo central, o seu habitat natural. Além do contributo ofensivo, acabou com números defensivos muito interessantes, nomeadamente oito recuperações de posse e cinco desarmes.

Marcus Edwards (Vitória SC) 7.2 – Os minhotos vão de mal a pior e foram batidos de forma clara na visita a Portimão, por 3-0. No entanto, voltaram a mostrar uma apetência ofensiva assinalável, e o extremo inglês foi mesmo a grande figura da equipa, com dois remates, ambos enquadrados, três passes para finalização, quatro passes ofensivos valiosos, seis acções com bola na área contrária e incríveis 11 tentativas de drible, seis com sucesso (máximo da jornada), dos quais cinco no último terço. Foi também o mais carregado em falta, cinco vezes, três em zona de perigo. Esta foi a primeira presença de Edwards esta temporada nos “onzes”.

Nicolás Gaitán (Braga) 7.3 – Belo jogo do argentino, apesar do empate da sua equipa. Nico foi uma fonte de futebol ofensivo para os “arsenalistas. O criativo rematou duas vezes, ambas enquadradas, e fez um golo, o único da sua equipa. Criou também uma ocasião flagrante em quatro passes para finalização.

Beto Betuncal (Portimonense) 7.7 – O repetente em relação à ronda passada. O ponta-de-lança dos algarvios está a fazer uma época portentosa e voltou a brilhar no triunfo sobre o Vitória minhoto. Mais um golo, em três remates, um passe para finalização, quatro acções com bola na área contrária, seis duelos aéreos ofensivos ganhos em 11 e um penálti sofrido. Não fosse uma ocasião flagrante falhada e a sua nota seria bem mais elevada.

Haris Seferovic (Benfica) 10.0 – Acredite ou não, esta é a primeira presença de Seferovic nos “onzes” semanais, apesar da boa época que o suíço está a fazer, em especial na segunda volta. E desta feita só podia constar nas “escolhas”. Na goleada do Benfica em Paços de Ferreira, Haris bisou em golos e assistências, criou três ocasiões flagrantes em cinco passes para finalização e somou sete acções com bola na área pacense, sendo que desta feita não desperdiçou qualquer ocasião flagrante. Um desempenho imaculado que valeu a primeira nota máxima esta temporada na Liga.

Fechamos com os jogadores que lideraram o “barómetro” de algumas das variáveis mais relevantes, na jornada finda:

GoalPoint-Tops-Jornada-26-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 26ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J26SUMGPRMVPPAS
xG
3-0
1-0
3-3
0-2
0-5
1-2
5-1
1-1
1-1

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.