-

O campeão da Liga NOS está encontrado. Dezanove anos depois o Sporting Clube de Portugal conquistou o título nacional, mercê de uma vitória sofrida, mas mais do que justa, em casa ante o Boavista, em jogo da 32ª jornada, despoletando festejos um pouco por todo o país. Ainda assim, este feito do emblema de Alvalade não lhe dá acesso ao exigente “onze” GoalPoint Ratings da ronda, que é dominado por inteiro por outro dos “grandes”.

O FC Porto goleou o Farense no Estádio do Dragão, por 5-1, e coloca quatro jogadores nesta equipa, incluindo o MVP semanal. O Benfica, por seu turno, fez uma primeira parte sofrível em casa do Nacional, mas mudou por completo na segunda parte e ganhou por 3-1, com bis de um jovem que merece entrada e estreia nos nossos “onzes”. Destaque ainda para o Santa Clara e a Belenenses SAD, que têm dois representantes cada, numa semana sem repetentes e com três estreantes em 20/21. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-jornada-32-Liga-NOS-202021-1-infog
Clique para ampliar

André Ferreira (Santa Clara) 6.5 – Com o castigo de Marco, por série de amarelos, avançou André Ferreira. E o jovem guarda-redes de 24 anos não desiludiu, estreando-se mesmo nos “onzes”. Perante um Rio Ave que continua a denotar problemas ofensivos gritantes, André esteve em grande plano, com cinco defesas, máximo da ronda, três delas a remates na sua grande área e uma a disparo a menos de oito metros.

Nahuel Ferraresi (Moreirense) 6.9 – Habitualmente central, o venezuelano ocupou o lado direito da defesa do Moreirense no triunfo em Portimão e esteve em grande nível. Ferraresi marcou um golo, somou três passes ofensivos valiosos, quatro acções com bola na área contrária, teve sucesso em três de cinco tentativas de drible, ganhou cinco de oito duelos aéreos e recuperou dez vezes a posse.

Fábio Cardoso (Santa Clara) 7.0 – O melhor em campo na vitória magra dos açorianos sobre o Rio Ave. O central esteve intratável na retaguarda, registando nove alívios e cinco intercepções, máximo da jornada, ganhou três de cinco duelos aéreos defensivos e ainda fez um corte decisivo.

Cafu Phete (Belenenses SAD) 7.0 – A formação “azul” continua imparável, numa segunda volta de grande nível, e desta feita foi a Tondela vencer de forma categórica por 3-1. Perante a pressão beirã, que existiu, o central sul-africano respondeu com grande solidez, somando oito alívios, dois desarmes e outras tantas intercepções, e ainda ganhou dois de três duelos aéreos ofensivos.

Wilson Manafá (Porto) 6.8 – Primeiro jogador do Porto. Manafá esteve bem a defender e a construir ante o Farense. Na retaguarda somou três desarmes e outras tantas intercepções e ganhou os três duelos aéreos defensivos em que participou. No passe completou nada menos que 92% dos 64 que tentou.

Bruno Costa (P. Ferreira) 7.1 – Regresso do médio pacense às grandes exibições. Os “castores” não conseguiram levar de vencida o Marítimo, mas Bruno Costa esteve impecável. Melhor em campo, fez dois passes para finalização, quatro passes ofensivos valiosos, completou 93% das entregas, bem como sete de oito longas, e assinou seis desarmes.

Otávio Monteiro (Porto) 7.6 – O pêndulo do costume. Otávio não sabe jogar mal e voltou a estar irrepreensível nos diversos momentos da partida. Aos três desarmes e sete recuperações de posse juntou 97 acções com bola, 90% de eficácia de passe, uma assistência em quatro passes para finalização (máximo da ronda), dois passes de ruptura e sete passes ofensivos valiosos. Incrível. 

Gonçalo Ramos (Benfica) 7.2 – O jovem atacante benfiquista de 19 anos estava no banco a ver a sua equipa sentir grandes dificuldades para marcar. Jorge Jesus lançou-o a cerca de 20 minutos do fim e Gonçalo não desperdiçou a oportunidade. Em apenas nove acções com bola marcou dois golos, nos dois únicos remates que fez e nas duas únicas acções com bola na área insular.

Luis Díaz (Porto) 7.0 – Perante a ausência de Corona, o colombiano tem sido aposta e, ante o Farense, esteve em muito bom plano, pelo seu flanco esquerdo. Díaz fez um golo, cinco passes ofensivos valiosos, completou 90% dos passes que fez e ainda recuperou cinco vezes a posse de bola.

Mateo Cassierra (Belenenses SAD) 7.6 – Grande época está a fazer o colombiano dos “azuis”. Em Tondela fez mais dois golos e foi o melhor em campo, registando já dez tentos em 30 jogos esta temporada na Liga. Nesta partida rematou quatro vezes, enquadrou três, ganhou dois de quatro duelos aéreos ofensivos e somou dez acções com bola na área contrária.

Mehdi Taremi (Porto) 8.6A grande figura da jornada. O avançado iraniano entende-se às mil maravilhas com Toni Martínez e beneficiou claramente com as movimentações do espanhol. Além dos dois golos que marcou, Taremi fez duas assistências para golo, enquadrou dois de três remates, fez dois passes de ruptura e seis passes ofensivos valiosos, além de seis acções com bola na área algarvia.

Fechamos com os jogadores que lideraram o “barómetro” de algumas das variáveis mais relevantes, na jornada finda:

GoalPoint-Tops-Jornada-32-Liga-NOS-202021-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 32ª jornada da Liga NOS 20/21, parabéns!

Confira, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Pode também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA | J32SUMGPRMVPPAS
xG
1-1
1-1
1-2
5-1
1-3
1-0
1-3
1-0
1-2

TotoRating Banner

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.