O melhor XI da 4ª jornada da Liga Bwin 21/22 ⭐

-

A Liga Bwin tem o primeiro líder isolado de 2021/22, mas é certamente um comandante com um ataque de nervos. A quarta jornada assinalou o regresso do FC Porto aos triunfos, após o deslize na Madeira, e proporcionou a primeira escorregadela ao campeão nacional Sporting, que empatou na visita ao Famalicão. A vida parecia fácil para o Benfica, que para chegar ao topo sem companhia precisava apenas de vencer o Tondela em casa, mas esteve a perder e só ao cair do pano chegou ao triunfo.

Apesar do empate leonino, os lisboetas colocam dois jogadores no “onze” GoalPoint Ratings da ronda, o mesmo número que o Porto, vencedor incontestável frente ao Arouca. As “águias” emprestam um elemento numa equipa que tem um repetente em relação à jornada anterior, um jogador que já havia mostrado valor na época passada, mas que começa a actual a fazer levantar sobrancelhas. Destaque também para o Santa Clara, com dois nomes na lista. Vamos então aos detalhes dos craques.

GoalPoint-Onze-Jornada-4-Liga-Bwin-202122-infog
Clique para ampliar

Adán (Sporting) 7.6 – O campeão empatou em Famalicão, mas bem pode agradecer ao seu guarda-redes por não ter averbado a primeira derrota no campeonato. O espanhol esteve praticamente intransponível, em especial na primeira parte, mas também no final da partida, com defesas decisivas. Ao todo somou cinco, quatro a remates na grande área, três a disparos a menos de oito metros.

Koffi Kouao (Vizela) 7.5 – Enorme golo do lateral costa-marfinense do Vizela frente ao Boavista, a fintar todos num movimento de flexão da direita para o meio, antes de arrancar um pontapé forte e colocado de pé esquerdo. Koffi tentou sete vezes o drible, com sucesso em três.

Coates (Sporting) 6.8 – O central uruguaio tentou a todo o custo empurrar a sua equipa para a frente através de passes longos, completando dez de 18. Estabeleceu o novo máximo da Liga de passes aproximativos (18) e três deles foram super aproximativos. Foi o jogador com mais acções com bola (110) e bloqueios de remate (4) no encontro com o Famalicão. O esteio do costume.

Villanueva (Santa Clara) 6.9 – Num jogo tenso, duro e com muita polémica, o central venezuelano foi o melhor em campo ante o Gil Vicente, num dos dois jogos que fecharam a jornada. Mikel destacou-se graças a quatro intercepções, sete alívios e sucesso total nos duelos aéreos defensivos (3).

Chima Akas (Belenenses SAD) 7.0Ainda não foi desta que os “azuis” venceram. Aliás, empataram, mas sofreram para segurar um ponto na recepção ao Moreirense. O lateral-esquerdo nigeriano esteve em bom nível. Foi dele o golo da equipa de Petit, tendo terminado o jogo com três duelos aéreos ganhos (100%) e outros tantos desarmes.

Anderson Carvalho (Santa Clara) 6.8A “âncora” do futebol do Santa Clara. Na quarta temporada nos Açores, o ex-Boavista foi um rochedo, com oito recuperações de posse e dez acções defensivas, das quais realçamos três desarmes e quatro intercepções.

Crespo (Estoril Praia) 7.1 – O médio dos “canarinhos” continua a mostrar qualidades interessantes, e na vitória sobre o Marítimo foi o melhor em campo, com um golo, uma ocasião flagrante criada, quatro passes ofensivos valiosos, sete recuperações de posse e quatro desarmes. Foi o mais castigado em falta, com oito, máximo até agora na prova.

João Mário (Benfica) 8.4 Exibição de enormíssimo nível do médio benfiquista, mesmo que, no final, não tenha somado qualquer acção directa para golo – embora tenha estado ligado aos dois tentos das “águias”, ao apontar o canto que redundou no empate e a combinar com Gilberto para o 2-1. Todo o futebol benfiquista passou por João Mário. Jogador com mais acções com bola na partida (114), foi autor de três remates, dois enquadrados, cinco passes para finalização (máximo no jogo), sete passes valiosos e ainda teve fôlego para realizar três acções defensivas no meio-campo adversário e três intercepções.

Otávio (Porto) 7.2 – O médio portista, chamado por Fernando Santos para os próximos compromissos das selecções, rubricou mais um belo jogo, marcado por uma entrega ímpar e alguns recordes. Além de seis passes ofensivos valiosos, recuperou oito vezes a posse, estabeleceu novo máximo de desarmes nesta Liga (8) e de acções defensivas no meio-campo contrário (9). Como não reconhecer a qualidade de Otavinho?

Iván Jaime (Famalicão) 7.0O único repetente em relação à jornada 3. Dá gosto ver o espanhol jogar, excelente a transportar a bola em velocidade nas transições. É difícil roubar-lhe o esférico, como no lance do 1-0 para o “Fama” na recepção ao Sporting. O médio criou uma ocasião flagrante, fez um passe de ruptura e quatro conduções aproximativas. Um caso sério este ex-Málaga.

Taremi (Porto) 8.8 – Enorme jogo de Mehdi Taremi, o MVP da jornada. O iraniano mostrou uma disponibilidade física que lhe permitiu atacar e surgir diversas vezes no primeiro terço portista para ajudar nas tarefas defensivas. O iraniano fez um golo, criou duas ocasiões flagrantes, somou sete acções com bola na área contrária e ganhou três de quatro duelos aéreos ofensivos.

Outros jogadores à porta do “onze”

Luiz Felipe (Belenenses SAD) 7.4, Gustavo Sauer (Boavista) 7.2, Kiko Bondoso (Vizela) 7.2, Pedro Porro (Sporting) 7.0, Matouš Trmal (Vitória SC) 7.0 e Rui Carraça (Belenenses SAD) 6.9.

Os tops da jornada

GoalPoint-Tops-Jornada-4-Liga-Bwin-202122-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 4ª jornada da Liga Bwin 21/22, parabéns!
Clica aqui se quiseres revisitar o arquivo de “onzes” GoalPoint da jornada.

Confere, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Podes também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA BWIN | J4SUMGPRMVPPAS
xG
1-1
2-1
1-1
3-0
1-1
2-1
0-0
1-0
0-1

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.