O melhor XI da 7ª jornada da Liga Bwin 21/22 ⭐

-

M ais uma vez a lei do mais forte imperou na sétima jornada da Liga Bwin. Os “três grandes” venceram as suas partidas, com destaque para o Benfica, que bateu o Vitória de Guimarães, no Castelo, por 3-1. Sporting e FC Porto também ganharam, mas por margens mínimas e com golos a surgirem já ao cair do pano, em especial os “leões”, já bem dentro do período de descontos. De resto, destaque, mais uma vez, para o grande número de empates, nada menos que quatro.

Tal como na ronda anterior, o Sporting ganhou por 1-0 graças a uma grande penalidade convertida com sucesso por Pedro Porro. Nessa ocasião, o espanhol esteve na equipa da semana, tal como desta vez, acompanhado pelo colega de equipa João Palhinha. Os dois jogadores leoninos são mesmo os únicos repetentes em relação às escolhas anteriores, sendo que desta feita há sete caras novas e, raro, mas não inédito, dois MVPs da jornada. Vamos aos detalhes.

GoalPoint-Onze-Jornada-7-Liga-Bwin-202122-1-infog
Clique para ampliar

Ziga Frelih (Gil Vicente) 6.8 – O Porto garantiu a vitória em Barcelos apenas na recta final, num livre directo de Sérgio Oliveira. O guardião esloveno esteve em destaque até então, registando cinco defesas, quatro a remates já na área do Gil, duas a tiros que ocorreram perto – a menos de oito metros. E ainda somou duas saídas pelo solo eficazes.

Thales Oleques (Arouca) 7.4 – Os arouquenses deram muita réplica na visita ao Moreirense, terminando até com estatísticas superiores, mas acabaram derrotados. No entanto o lateral-direito esteve em destaque, em especial nos momentos ofensivos. No único remate que fez acertou no ferro, somou uma assistência em quatro passes para finalização, cinco passes ofensivos valiosos e oito aproximativos, recebendo ainda nove. Dos quatro dribles que tentou teve sucesso em dois. Foi o MVP da partida.

Patrick William (Estoril Praia) 7.1 – Mais uma grande exibição colectiva do Estoril Praia, com números superiores na visita ao Boavista, embora o máximo que tenha conseguido foi um empate a uma bola, fruto de alguma inoperância na finalização. Lá atrás, o central Patrick William brilhou. Além de qualidade no passe, com 90% de eficácia global e o máximo de 80 certos -, o brasileiro somou incríveis 106 acções com bola, mais 31 que qualquer outro jogador, assinou cinco conduções aproximativas, ganhou três de quatro duelos aéreos defensivos e registou seis desarmes (máximo do jogo) e dez recuperações de posse.

Diogo Leite (Braga) 7.6 – Esta semana temos dois MVPs da jornada, um deles o central do Braga. Diogo Leite esteve muito sólido na defesa, com registo para três duelos aéreos defensivos ganhos em cinco, oito recuperações de posse, quatro intercepções e três bloqueios de remate. Foi ainda o segundo jogador com mais acções com bola na visita ao Santa Clara (101) e o que completou mais passes (72).

Adrián Marín (Famalicão) 7.5 – O “Fama” esteve a um passo da primeira vitória no campeonato, mas ainda não foi desta – perdeu 3-2 em Tondela após ter estado a ganhar 2-1. Um dos golos foi apontado pelo lateral-esquerdo Adrián Marín. O espanhol fez ainda um passe para finalização, completou as duas tentativas de drible e fez seis alívios, máximo do jogo.

João Palhinha (Sporting) 6.8 – O “trinco” do Sporting é repetente em relação à sexta jornada e vai já na terceira presença na equipa da semana desta Liga, um máximo a par de Otávio e Iván Jaime. Palhinha esteve intratável a defender, com cinco desarmes e outras tantas acções defensivas no meio-campo do Marítimo (ambos máximos), mas teve tempo para subir e somar dois passes para finalização e três remates, dois de fora da área.

Rafa Silva (Benfica) 7.3 – O veloz avançado do Benfica tem assumido um papel fulcral na estratégia de Jorge Jesus, integrando o trio ofensivo quando cai nas alas, mas assumindo-se como ligação entre o meio-campo e os outros dois atacantes “encarnados” numa espécie de 3-4-1-2, servindo-os com qualidade. Em Guimarães, Rafa esteve imparável, sendo o MVP GoalPoint do encontro com uma assistência em cinco passes para finalização, duas ocasiões flagrantes criadas, sete passes aproximativos e quatro dribles completos em cinco – foi mesmo o jogador com mais dribles certos e passes para remate da ronda.

Pedro Porro (Sporting) 7.2 – Face ao recuo do Marítimo em Alvalade, Porro terminou a partida como um autêntico extremo. Além do golo decisivo que marcou, de penálti, o espanhol rematou quatro vezes, uma ao poste, somou três passes para finalização, três intercepções, quatro desarmes e cinco acções defensivas no meio-campo contrário. Em sete tentativas de drible completou somente duas e registou 40 perdas de posse, factos que acabaram por limitar um pouco a sua nota.

Iván Jaime (Famalicão) 7.6O segundo MVP da jornada. O Famalicão pode não ter ainda vencido e ocupar o último lugar da tabela, mas o médio espanhol está a fazer uma época extraordinária, contando já com três presenças nos “onzes” esta temporada. Em Tondela, Iván Jaime fez um golo em quatro remates, fez um passe de ruptura e seis ofensivos valiosos, completou quatro de oito tentativas de drible e ainda recuperou nove vezes a posse de bola.

André Luís (Moreirense) 7.3 – O Arouca pode ter atacado mais, mas a eficácia esteve do lado dos cónegos, que venceram e muito podem agradecer a André Luis. O avançado brasileiro marcou um golo e esteve sempre na mira dos colegas de equipa, tendo recebido 12 passes aproximativos. E pelo ar esteve muito activo, tendo ganho quatro de sete duelos aéreos ofensivos.

Roman Yaremchuk (Benfica) 7.2 – O triunfo benfiquista em Guimarães teve o contributo de dois golos por parte do atacante ucraniano, que soube surgir soltou, em espaços vazios, apenas com o guardião contrário pela frente. Yaremchuk foi o mais rematador do jogo e da jornada, com seis disparos, enquadrou três, recebeu 11 passes aproximativos e somou seis acções com bola na área contrária. A sua nota teria disparado não fossem as duas ocasiões flagrantes perdidas.

Outros jogadores à porta do “onze”:

Léo Andrade (Marítimo) 7.0 , André Silva (Arouca) 7.0Koffi Kouao (Vizela) 7.0, Carraça (Belenenses SAD) 6.9, Pepê Rodrigues (Famalicão) 6.9Jan Vertonghen (Benfica) 6.9, Sebastián Coates (Sporting) 6.9 e Sérgio Oliveira (Porto) 6.9

Os tops da jornada

GoalPoint-Tops-Jornada-7-Liga-Bwin-202122-infog
Clique para ampliar

São estes os melhores da 7ª jornada da Liga Bwin 21/22, parabéns!
Clica aqui se quiseres revisitar o arquivo de “onzes” GoalPoint da jornada.

Confere, jogo a jogo, os números que justificam a eleição dos melhores, na tabela de acompanhamento dos jogos GoalPoint, actualizada poucos minutos após o término de cada encontro da Liga NOS! Podes também encontrar todo o histórico da época neste “link”.

LIGA BWIN | J7SUMGPRMVPPAS
xG
1-0
1-2
2-1
1-3
3-2
1-1
0-0
2-2
1-1

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.