Odegaard: “galáctico” precoce ou futura desilusão?

Aos 16 anos Martin Odegaard carrega já não só o enorme talento que lhe é reconhecido como a responsabilidade de já ter assinado pelo Real Madrid.

Martin Odegaard, Real Madrid
Martin Odegaard, Real Madrid

Falámos de Martin Odegaard mais do que uma vez, antes mesmo de se iniciar o atípico roadshow que levou o jovem norueguês a percorrer as instalações de vários dos maiores clubes europeus (Liverpool, Bayern, Barcelona, Arsenal, Paris Saint-Germain, Manchester United e Manchester City) em busca do seu futuro destino. O talento do jovem jogador é indesmentível e o acompanhamento familiar parece ser cuidado (o pai é treinador e também foi futebolista) mas… será que, aos 16 anos, o melhor destino para a evolução de Martin será mesmo o gigante Real Madrid com um salário (não confirmado) de cerca de 320 mil euros mensais. O contrato está assinado e caso tudo corra pelo melhor Odegaard passará pelo menos os próximos seis anos de branco. Veremos se a tenra idade e a antecipação de um destino final para muitos “craques” já maduros como o Real Madrid serão ou não motivos para se perder aquele que é talvez a “promessa” (prematura) do futebol europeu do momento.

Por agora Odegaard vai mostrando estar à altura dos acontecimentos, como o demonstra a conferência de imprensa de apresentação que deu. Resta agora esperar que o bom senso, a maturidade e a sorte lhe permitam dar sequência ao invulgar talento que vinha apresentando nos menos exigentes relvados noruegueses.

http://youtu.be/C8-DO5hGmzQ