A penas três jornadas foram disputadas nesta Liga NOS e lá surgiu o (para muitos) anti-clímax da habitual pausa para os compromissos internacionais. Aqui no GoalPoint não nos fazemos “esquisitos” e nada como juntar o futebol de clubes e o calendário de selecções, oferecendo-lhe o primeiro “onze” mensal, neste caso composto pelos jogadores portugueses que melhor arranque tiveram na Liga, tendo em conta os seus GoalPoint Ratings.

Curioso desde logo o facto de apenas um dos eleitos ser efectivamente internacional A e mesmo esse apenas por uma vez. André Pinto começou a época com um golo contra o Estoril e vinha constituindo uma grande dupla com Willy Boly, o novo reforço do Porto. Neste “mundo” o seu colega no centro da defesa é outro, e um para quem muitos vão reclamando uma “chamada” à Selecção: Rúben Semedo.

Em semana de Selecção, trazemos-lhe um "onze" composto pelos jogadores portugueses que arrancaram da melhor forma na Liga NOS 16/17.
Clique para ampliar

O colega de André Pinto no Braga, Wilson Eduardo, é para já o português com melhor desempenho estatístico da Liga NOS. No flanco oposto surge Pedro Santos que também arrancou em grande e que forma assim um trio de “guerreiros” do Braga, o clube mais representado neste “onze”.

Destaque ainda para Francisco Geraldes, um jogador que tem dado indicadores que prenunciam um futuro brilhante, e também para André Claro, uma habitual escolha nestes “onzes” 100% portugueses, já desde a época passada.

Com o andamento da época o “onze” terá tendência a incluir jogadores como Adrien, Danilo Pereira ou Rafa, que fazem habitualmente parte das escolhas de Fernando Santos e ainda jogam no nosso campeonato, mas para já são estes que mais têm brilhado e merecem destaque.

Agora venham os três pontos, frente à Suíça!

Nota metodológica: “Onze” elaborado tendo em conta o GoalPoint Rating médio de todos os jogadores de nacionalidade portuguesa que cumpriram um mínimo de 180 minutos jogados na Liga NOS em 270 possíveis.