A fase de grupos terminou, pelo que preparamo-nos para apreciar o “Mundial a sério”, a partir de agora. Mas isso não significa que a fase mais intensa de jogos do Rússia 2018 não tenha reservado, e deixado pelo caminho, equipas e jogadores dignos de menção.

Peru, Senegal e Coreia do Sul são alguns exemplos de selecções que nos deixaram a sensação de que, com um pouco de sorte e eficácia adicional, poderiam ter chegado mais longe no Campeonato do Mundo. E, curiosamente, ou talvez não, todas elas colocam homens na lista dos melhores GoalPoint Ratings individuais, entre as nações já eliminadas.

Assim sendo, avançamos para um “top 10”, limitado a jogadores que disputaram de mais de 180 minutos da competição e escolhendo apenas um jogador por selecção, de modo a evitar concentrações nacionais nesta lista de “craques” eliminados dignos de registo.

Para além disso, realçamos os jogadores que, na antecâmara do torneio, identificámos como aposta 💎, figura ⭐ ou jogador a ter em conta 🔍 em cada equipa, com base no desempenho estatístico dos jogadores ao serviço dos seus clubes.

10. Salman Al-Faraj | Arábia Saudita 🇸🇦 6.02 

GoalPoint-World-Cup-2018-Salman-Al-Faraj-infog
Clique para ampliar

Os sauditas abriram o seu Mundial da pior forma (0-5 frente à Rússia), mas acabaram deixando uma nota positiva, com a vitória por 2-1 sobre o Egipto, jogo no qual Al-Faraj foi figura central, o que lhe valeu o título de MVP e até uma presença no “onze” da última jornada de fase de grupos. Quem terá ficado a sorrir com as exibições do saudita é Jorge Jesus, novo treinador do Al Hilal, o clube que Salman (28 anos) representa.

⭐ Salman Al-Faraj foi eleito pelo GoalPoint como figura da sua selecção na antevisão do Mundial 2018

9. Gylfi Sigurdsson | Islândia 🇮🇸 6.03

Clique para ampliar

Gylfi é tudo menos um desconhecido. A sua classe é tão popular na Premier League (alinha actualmente no Everton) como o foi, por exemplo, no Euro 2016, onde se assumiu como uma das figuras centrais na épica campanha “viking”. A incursão russa não foi tão positiva para os islandeses, mas tal não se ficou a dever a Sigurdsson (28 anos) que, apesar de ter obtido apenas um golo, apresentou um rendimento compatível com a sua fama de jogador de classe oriundo da terra dos vulcões.

⭐ Gilfy Sigurdsson foi eleito pelo GoalPoint como figura da sua selecção na antevisão do Mundial 2018

Na próxima página: do “teenager” senegalês ao velho conhecido