Que saudades que tivemos da Premier LeagueDepois de na semana passada os craques da Liga Inglesa terem ficado de fora, devido à pausa para a Taça de Inglaterra, o seu regresso deu-se em grande, com as duas melhores performances da semana, uma delas com o GoalPoint Rating perfeito, em apenas 45 minutos.

GoalPoint-Melhores-da-semana-Europa-201617-4-infog
Clique para ampliar

HARRY KANE 10.0
Tottenham 4-0 Stoke

Depois de na época passada ter terminado o campeonato com 25 golos, muito se esperava de Harry Kane esta temporada, mas um Euro 2016 apagado e um início de época que demorou a carburar voltaram a levantar dúvidas sobre a qualidade do ponta-de-lança de 23 anos… por pouco tempo. Quando “engata”, o inglês é temível, e no ano civil de 2017 Harry Kane já leva 12 golos e três “hat-tricks”. O último foi conseguido no passado domingo, contra o Stoke, com a particularidade de ter sido complementado com uma assistência. Tudo isto na primeira parte. E já vão 100 golos em jogos oficiais na carreira.

https://www.youtube.com/watch?v=cO0SqNN-cAw

CESC FÀBREGAS 9.3
Chelsea 3-1 Swansea

Quando uma equipa como o Chelsea leva dez pontos de avanço na tabela classificativa, dando-se ao luxo de ter um craque como Cesc Fàbregas no banco durante grande parte do tempo, bem se pode dizer que o título está merecidamente entregue.

Não foi o caso desta semana. Matic ficou a descansar, o espanhol saltou para o “onze” e foi a grande figura do jogo contra os galeses do Swansea. Cesc marcou um, assistiu outro, atirou ao poste num dos seus quatro remates e ainda criou cinco oportunidades para os seus companheiros. Entre tanta acção perto da baliza ainda teve tempo para acertar 88 passes, e bem se pode dizer que praticamente jogou por dois. Este foi o seu jogo 300 na Premier League e os grandes craques assinalam assim as grandes ocasiões.

THOMAS MANGANI 9.1
Angers 3-0 Bastia

Ao contrário dos dois primeiros, Thomas Mangani não dispensa apresentação. Jogador já com 29 anos e uma carreira sem grandes pontos altos, as suas melhores épocas aconteceram no Mónaco, clube onde se formou. Médio-centro esquerdino com grande qualidade nas bolas paradas, Mangani está a ser a figura da boa época do Angers e, depois do que fez no passado domingo, já só tem Morgan Sanson (Marselha) e Jean-Michel Seri (Nice) à sua frente no ranking de assistências da Ligue 1.

Contra o Bastia somou mais dois passes para golo através de pontapés de canto, mas criou sete ocasiões no total, terminando o jogo com uma eficácia de passe de 90% e ainda três remates, todos enquadrados com a baliza.

MARKEL SUSAETA 9.1
Athletic 3-1 Granada

À semelhança de Cesc Fàbregas, trata-se de um jogador com utilização pouco consistente esta época, e que aproveitou (e de que maneira) a oportunidade do passado domingo. A alinhar como extremo-direito, marcou o primeiro golo e assistiu para o segundo, mas até foi na contribuição defensiva que teve mais intervenções, terminando o jogo com sete desarmes, de longe o máximo do jogo.

Susaeta é um basco com 29 anos que fez toda a sua carreira no Athletic Bilbao, e que na sua melhor fase chegou a vestir a camisola da selecção espanhola. Esta época tem estado “tapado” por Iñaki Williams e Muniaín, mas após este jogo vai ser preciso voltar a arranjar espaço para ele no “onze”.

DANIEL ALVES 8.9
Juventus 2-0 Empoli

Após a partida da passada quarta-feira no Dragão, os adeptos do FC Porto passavam bem sem ouvir falar dele outra vez, mas Dani Alves está em grande forma e voltou a demonstrá-lo frente ao Empoli. O resultado até não foi tão volumoso como se podia pensar, mas basta reparar nos 24 remates feitos pela Juve para perceber o “massacre” que foi. Dani Alves foi uma das grandes figuras, assistindo para o golo de Alex Sandro e criando muito perigo com os seus venenosos cruzamentos (cinco completos, no total). A defender também não esteve nada mal e terminou o jogo com oito acções eficazes.

 

Menções honrosas

O já referido Alex Sandro, com 8.6, foi a grande figura do fim-de-semana entre as caras conhecidas dos portugueses, com o melhor luso a ser Raphael Guerreiro 7.4, autor de uma assistência na vitória do Dortmund em Friburgo.

Éder (Lille) 6.8, José Fonte (West Ham) 6.7, Gelson Fernandes (Rennes) 6.5 e Felipe Pardo (Nantes) 6.5 foram outras caras conhecidas em bom plano.

Confira os tops europeus das semanas anteriores:

⚽ Semana #1 ⚽ Semana #2 ⚽ Semana #3