Os nossos entre os melhores

-

Os reis das assistências

Gaitán
Nicolás Gaitán, SL Benfica (foto: J. Trindade)

Para haver golos alguém tem que os oferecer, e também nisso há mais nomes familiares em destaque. Miguel Layún já leva 11 assistências no campeonato luso, sendo apenas superado por Mesut Özil (que tem 16), e o facto ganha ainda mais destaque por ser um lateral, mas se olharmos aos minutos em campo, é Nico Gaitán quem aparece cotado como o segundo melhor da Europa.

JOGADOR (Clube) | MINUTOS POR ASSISTÊNCIA
Özil (Arsenal) | 125
N. Gaitán (Benfica) | 136
M. Layún (Porto) | 143
Deulofeu (Everton) | 143
Di María (PSG) | 144

O argentino regista duas assistências para golo a cada três jogos, e destaca-se nas oferendas tal como Pizzi, que já há poucas semanas tínhamos destacado entre os melhores no que toca aos passes para ocasião de golo, independentemente de terminarem ou não dentro da baliza.

Os “muros”

Fabio-Pacheco
Fábio Pacheco em acção (foto: OnSoccer)

Estatística que pode surpreender muita gente é a que se segue. As intercepções de bola estão tipicamente ligadas a um elevado grau de concentração e capacidade de antecipar as jogadas, e há um português que supera toda a concorrência europeia nessa importante variável.

JOGADOR (Clube) | INTERCEPÇÕES P/ 90m
F. Pacheco (Vit. Setúbal) | 5.1
Ferrari (Bologna) | 5.0
Bigas (Las Palmas) | 4.9
Krychowiak (Sevilla) | 4.8
Kanté (Leicester) | 4.7

Fábio Pacheco, o médio-defensivo que também pode actuar como defesa-central, vê o seu nome na mesma lista de jogadores como Krychowiak e Kanté, que têm sido associados a grandes da Europa, e já merecia nesta altura um maior reconhecimento por parte da generalidade dos observadores.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: OS GUARDIÕES

Hernâni Ribeiro
Hernâni Ribeiro
Formado em estatística e gestão de informação, e Data Scientist profissional. É Head of Analytics na GoalPoint e responsável pela GoalPointPro