O Sporting venceu o Paços de Ferreira por 1-0, no Estádio da Capital do Móvel, e mantém o registo vitorioso na Liga NOS 16/17, numa partida em que voltou a demonstrar grande solidez defensiva mas um processo ofensivo ainda longe do melhor que ofereceu na época passada.

O capitão dá o mote

Com Slimani de volta ao “onze” inicial, depois de cumprir castigo, o Sporting entrou em campo com muita vontade mas com pouca lucidez nas manobras ofensivas, frente a um Paços de Ferreira que dava mostras de querer arriscar pouco mais do que o estritamente necessário.

Foi já depois da meia-hora do encontro que surgiram as primeiras ocasiões de verdadeiro perigo, e em ambos os casos Defendi esteve à altura dos acontecimentos, primeiro negando o golo a Alan Ruiz, depois a Slimani.

O golo do Sporting surgiu nos instantes finais da primeira parte, por intermédio de Adrien, que rematou certeiro após assistência de Gelson Martins com a cabeça. O mérito na jogada vai, porém, para Slimani, que na “raça” impediu a bola de sair pela linha de fundo.

No final da primeira parte, o destaque ia não só para o autor do golo, mas também para Alan Ruiz, sempre envolvido nas manobras ofensivas da sua equipa, e  ainda para Sebastián Coates, uma autêntica “muralha” na defesa leonina, com 83% de duelos ganhos e oito acções defensivas (mais do que qualquer outro jogador em campo).

Boa gestão para evitar dissabores

O segundo tempo começou com o Sporting a todo o gás, com Alan Ruiz novamente a obrigar Defendi a aplicar-se para impedir o golo ao argentino.

Momentos mais tarde, novo calafrio junto da baliza dos pacenses, e desta vez Defendi estava completamente batido. Valeu ao guarda-redes da equipa da casa a má execução de Slimani, a desperdiçar um passe soberbo de Gelson Martins, que assumia as despesas do ataque dos “leões”, somando três passes para ocasião à entrada da hora de jogo.

A equipa do Sporting acabou por baixar o ritmo com a saída de Alan Ruiz, e nem a entrada de Carlos Mané conseguiu injectar fôlego no ataque leonino. O Paços bem tentou chegar ao golo do empate mas esbarrou sempre na defesa contrária, liderada por Coates, sempre muito focado nas suas tarefas.

Novamente em alta

O capitão do Sporting, Adrien, teve uma exibição muito positiva, corada com o golo da vitória. Para além do remate que deu os três pontos, o médio do Sporting foi o jogador da sua equipa que mais passes fez (56), sendo que a grande maioria (40) deles foi feita no meio-campo adversário. Se juntarmos a isto tudo uma eficácia de passe de 88% e um total de 14 duelos, é fácil perceber-se porque Adrien conseguiu o GoalPoint Rating mais elevado da partida, com 7.6.

Logo atrás do médio do Sporting ficou Sebastián Coates, com 7.2, após uma exibição sublime: foram 15 acções defensivas ao todo e uma percentagem de duelos ganhos de 88%. Do lado pacense, o destaque vai para Defendi, que com as suas defesas impediu que o resultado ganhasse contornos dramáticos, acabando o jogo com um GPR de  66.6.

GoalPoint | Paços Ferreira vs Sporting CP | Liga NOS 2016/17 | Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint | Paços Ferreira vs Sporting CP | Liga NOS 2016/17 | MVP
Clique para ampliar
GoalPoint | Paços Ferreira vs Sporting CP | Liga NOS 2016/17 | 45m
Clique para ampliar
GoalPoint | Paços Ferreira vs Sporting CP | Liga NOS 2016/17 | 90m
Clique para ampliar