GoalPoint-PAOK-Benfica-Champions-League-QL-201819-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-PAOK-Benfica-Champions-League-QL-201819-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-PAOK-Benfica-Champions-League-QL-201819-90m
Clique para ampliar

O Benfica apurou-se para a fase de grupos da Liga dos Campe玫es, e com grande estilo. A forma莽茫o portuguesa, que n茫o conseguira mais do que um empate 1-1 na primeira m茫o do “play-off” ante o PAOK, no Est谩dio da Luz, foi 脿 Gr茅cia vencer por concludentes 4-1. Apesar do in铆cio de jogo algo nervoso e do golo madrugador, as boas transi莽玫es, a seguran莽a entre os postes e a grande compet锚ncia ofensiva, em especial em lances de bola parada, deram 脿s “谩guias” o merecido passaporte para a mais importante competi莽茫o europeia de clubes. Ap贸s fazer quatro golos, foi simples para os comandados de Rui Vit贸ria controlarem em absoluto as opera莽玫es.

O Jogo explicado em N煤meros聽馃搳

  • O jogo n茫o come莽ou de fei莽茫o para o Benfica. O PAOK assumiu rapidamente o dom铆nio do jogo, aproveitando algum posicionamento deficiente das “谩guias” a meio-campo, pelo que os gregos conseguiam criar bastante perigo. Aos dez minutos registavam j谩 tr锚s remates (todos desenquadrados) e um canto, isto apesar da maior posse “encarnada” (57%).
  • At茅 que as facilidades do PAOK no ataque acabaram por dar frutos. Aos 13 minutos, excelente trabalho colectivo num lance estudado e Aleksandar Prijovic s贸 teve de encostar para um golo f谩cil – ao quarto disparo grego. Contudo, a resposta portuguesa, quando ainda n茫o tinha dado mostras de capacidade de resposta, foi r谩pida.

  • Aos 20 minutos, Pizzi bateu um canto da direita e Jardel, nas alturas, fez um cabeceamento portentoso para o fundo da baliza contr谩ria. Um golo que surgiu logo ao primeiro remate benfiquista, apenas no segundo duelo a茅reo ofensivo ganho pelas “谩guias”. E o 2-1 aconteceu logo a seguir.

  • Fernando Varela fez um atraso para o guarda-redes Alexandros Paschalakis, este, na tentativa de evitar o canto, deixou a bola 脿 merc锚 de Franco Cervi e ainda fez falta na grande 谩rea sobre o argentino. Assim, aos 26 minutos, Eduardo Salvio deu a volta ao resultado, de pen谩lti.
  • O primeiro quarto-de-hora fazia prever tudo menos estes 煤ltimos eventos. Um Benfica incapaz de travar os movimentos ofensivos do PAOK, de repente v锚-se a ganhar por 2-1, em dois lances de bola parada. Dois tentos que os gregos sentiram forte, ao ponto de, 脿 meia-hora, n茫o terem mais nenhum remate realizado desde o seu golo. E quando o conseguiu, aos 35 minutos, Odysseas Vlachodimos fez uma defesa “do outro mundo”, a cabeceamento de Varela.

  • Do outro lado o Benfica n茫o desperdi莽ou, com Pizzi a fazer o 3-1 atrav茅s de um remate 脿 entrada da 谩rea colocado junto ao poste direito da baliza do PAOK, a centro de Franco Cervi. A eliminat贸ria estava na m茫o dos “encarnados”.
  • Intervalo O descanso chegou com o Benfica confortavelmente na lideran莽a da eliminat贸ria, apesar do arranque titubeante de partida, altura em que permitiu muitas jogadas de perigo por parte dos gregos. Ao intervalo, por茅m, as “谩guias” registavam quatro remates enquadrados em cinco tentativas, todas de dentro da 谩rea contr谩ria. Uma efic谩cia 脿 qual o PAOK n茫o soube reagir, apesar dos 52% de posse de bola. O melhor nesta fase era Pizzi. O m茅dio marcou um golo, fez uma assist锚ncia, acertou 19 dos 21 passes e registava um GoalPoint Rating de 6.5.

  • N茫o poderia haver melhor arranque de segundo tempo para o Benfica. Fernando varela fez falta sobre Jardel na grande 谩rea e, na convers茫o do pen谩lti, aos 49 minutos, Salvio bisou na partida.
  • O Benfica, em 4-3-3, estava nas suas “sete quintas”, 脿 espera do seu advers谩rio que, 脿 passagem da hora de jogo, registava 66% de posse de bola desde o intervalo. As transi莽玫es benfiquistas continuavam a sair com facilidade, a aproveitar os espa莽os de um PAOK balanceado no ataque, mas menos intenso – s贸 dois remates, ambos desenquadrados.

  • Mais um belo jogo de Jardel esta temporada pelo Benfica, para al茅m do golo marcado e do pen谩lti por si sofrido. O central tinha ganho, por volta dos 70 minutos, sete dos oito duelos a茅reos em que participara, para al茅m de registar sete recupera莽玫es de posse e seis ac莽玫es defensivas.
  • Aos 76 minutos a tarefa ficou ainda mais complicada para o PAOK, que se viu reduzido a dez elementos por segundo amarelo a L茅o Matos. Nesta a fase, o dom铆nio do jogo era dos gregos, com 61,3% de posse no segundo tempo, sete remates, tr锚s enquadrados, mas o Benfica controlava completamente os acontecimentos, dando ideia de ter mais condi莽玫es para fazer o 5-1 do que o PAOK de reduzir.

  • Mas a partida j谩 n茫o dava mais do que isto, pelo que o final chegou com triunfo claro dos “encarnados” por 4-1, num jogo em que o PAOK bem tentou, terminou com n煤meros superiores, mas que reflectem apenas a estrat茅gia do Benfica.

O聽Homem do Jogo聽馃憫

Um triunfo por 4-1 pode tornar estranho o destaque do guarda-redes vitorioso como o melhor em campo. Mas Odysseas Vlachodimos merece por completo o nosso destaque. A pr贸pria efic谩cia ofensiva do Benfica e a tranquilidade com que controlou a partida beneficiaram da excelente presta莽茫o do guarda-redes grego dos “encarnados”, que terminou a partida com um GoalPoint Rating de 8.3, fruto de sete defesas, algumas delas de grande categoria, duas aos 芒ngulos superiores, registando ainda tr锚s sa铆das a soco. Odysseas destacou-se igualmente no cap铆tulo do passe, com dez passes longos certos em 16 tentativas.

Jogadores em foco聽馃敽馃敾聽

  • Jardel 7.6 – Tremendo jogo do central brasileiro. Jardel fez o golo do empate, um tento muito importante para a restante exibi莽茫o benfiquista, foi sobre ele cometida a falta para o pen谩lti que deu o 4-1, registou 13 ac莽玫es defensivas e ganhou nove dos dez duelos a茅reos defensivos em que participou.
  • Franco Cervi 6.9 – O pequeno extremo 茅 incans谩vel, a atacar e a defender. Para al茅m da assist锚ncia que fez para o golo de Pizzi, o argentino registou dois passes para finaliza莽茫o, 88% de efic谩cia de passe e incr铆veis oito desarmes, o dobro de qualquer outro jogador em campo.
  • Pizzi 6.7 – O arranque de 茅poca do m茅dio benfiquista est谩 a ser 脿 prova de cr铆tica. Mais uma vez o brigantino encheu o campo, tendo marcado o seu sexto golo esta temporada e realizado uma assist锚ncia, para o tento de Jardel.
  • Eduardo Salvio 6.3 – O argentino bisou na partida, ambos os golos de grande penalidade. Registo ainda para um drible eficaz e tr锚s intercep莽玫es, sentindo-se a falta de alguma capacidade de explos茫o.
  • Maur铆cio J煤nior 6.1 – O m茅dio brasileiro foi o melhor do PAOK, somando uma assist锚ncia em quatro passes para finaliza莽茫o e registando uma efic谩cia de passe de 89%.
  • Seferovic 5.6聽– Mais uma oportunidade perdida para su铆莽o, enquadrou dois dos seus quatro remates mas n茫o ofereceu qualquer passe para finaliza莽茫o aos colegas, somando 26 ac莽玫es com bola nos 83 minutos em que esteve em campo e somando os 煤nicos (2) foras-de-jogo do encontro.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner