[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-Paris SG-Dijon-French-Ligue-1-201718-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”MVP” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-Paris SG-Dijon-French-Ligue-1-201718-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”Stats” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-Paris SG-Dijon-French-Ligue-1-201718-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

O Paris Saint-Germain destroçou por completo o Dijon, em casa, em jogo da 21ª jornada da Ligue 1, por 8-0. Números pouco vistos numa partida que teve o protagonista do costume na equipa parisiense. Neymar realizou mais uma exibição portentosa e registou novo 10.0 nos nossos GoalPoint Ratings – a sua quarta nota máxima esta temporada (!).

O brasileiro marcou nada menos que quatro golos, mas também fez duas assistências, estando assim ligado directamente a seis golos. Para além disso, fez 11 remates, dos quais enquadrou sete, exactamente os mesmos números em relação a dribles (11/7). E desengane-se quem pensa que Neymar só esteve ali para encostar, pois somou 121 acções com bola, o máximo da partida.

Em termos colectivos só deu, naturalmente, PSG. Os líderes da Ligue 1 remataram 23 vezes, 14 delas de forma enquadrada, criaram oito ocasiões flagrantes e registaram 70% de posse de bola e 90% de eficácia de passe. O melhor dos visitantes foi o seu guarda-redes (pasme-se), Reynet, com 5.8. O português do Dijon, Xeka, acabou substituído aos 72 minutos, não passando de um rating de 4.6.

O PSG é líder, com 56 pontos, mais 11 que o Lyon, segundo posicionado.

GoalPoint-T-shirts-2017-banner