Revelação | Um Porro entra num bar e… é campeão ⭐

-

Parece que foi há mais tempo, mas não faz sequer um ano que Pedro Porro chegou ao Sporting, suscitando reacções de todo o tipo, raramente elogiosas, para com o jogador e/ou para quem o escolheu. Do cepticismo dos “especialistas” às piadas televisivas sobre Porros em bares, passando pela crítica dos próprios adeptos às indumentárias escolhida pelo reforço, ouviu-se e leu-se um pouco de tudo. Ao fim de um ano o que sobrou? Futebol, muito futebol e um título de campeão ganho… sempre de calções, a peça de roupa que o fez ser comentado, mal chegou.

Chegada a hora de elegermos os Melhores da Liga 20/21, com base no algoritmo GoalPoint, havia que encontrar o sucessor de Marcus Edwards, o inglês que conquistou, de pleno direito, a eleição como Jogador Revelação GoalPoint de 19/20. Com Ratings é tudo mais rápido: aplicam-se os filtros (mais de 1530 minutos jogados, sub-23, primeira época na Liga NOS) e já está. E quem apareceu à cabeça, nos resultados da pesquisa? Pedro Porro, claro está. Eis o resumo dos seus principais feitos estatísticos.

Clique para ampliar

Forte na caça à bola… e a caçar com ela

A frase “o (nome de jogador) é bom a atacar mas compromete defensivamente” (e suas variações) é bastante comum, na discussão dos méritos de um defesa flanqueador. Pedro Porro não poupa nas razões que oferece para ser considerado um lateral ofensivo. No entanto, a forma equilibrada como conciliou as obrigações ofensivas e as responsabilidades defensivas do jogo, num sistema ainda por cima exigente como o de Rúben Amorim, valoriza ainda mais a sua época (e rating), ele que foi um dos principais protagonistas da defesa menos batida da Liga.

[ As acções defensivas (160) e recuperações de posse (185) de Pedro Porro na Liga 20/21 ]

Nem Coates, nem Feddal, nem mesmo Palhinha: ninguém recuperou mais vezes a bola (185) no Sporting campeão do que Porro. Só que o espanhol não se ficou por aí. Já com a bola nos pés foi sempre uma ameaça ofensiva aos olhos dos adversários, até mesmo antes de poder alvejar a baliza ou servir os colegas.

[ Os dribles (a azul os eficazes) e as conduções aproximativas do espanhol, na Liga ]

Em posse, Porro foi sempre motivo de preocupação extra para os rivais. Às 35 vezes em que ultrapassou adversários em drible Porto somou uma característica capacidade de progredir com bola pelo meio-campo adversário dentro, provocando desequilíbrios difíceis de conter.

[ Os golos (3) e assistências (3) de Porro, números apesar de tudo escassos para a ameaça ofensiva que constituiu ]

O internacional ofereceu 51 vezes a bola para remate dos colegas (cerca de metade de bola parada, por exemplo na marcação de cantos, no seu flanco), nenhum lateral fez mais. Na hora de fazer o gosto ao pé alvejou a baliza contrária por 45 vezes, o segundo maior registo da equipa e, mais uma vez, o total mais elevado da prova na sua posição. As seis acções para golo de Porro acabam por ser pecúlio curto, para tanta produção ofensiva, mas com golos como o que marcou no Bessa, é caso para dizer… poucas mas boas.

Pedro Porro chegou a Alvalade emprestado, com opção de compra, e com uma valorização a rondar os €9M. Passado menos de um ano o espanhol parte para férias (e quiçá o EURO) com a medalha de campeão e uma cotação próxima dos €20M… e a subir.

Sendo certo que Rúben Amorim terá ajudado, a determinação e méritos individuais do jovem Porro têm um peso maior na forma como o agora internacional espanhol aproveitou esta temporada para se afirmar como um valor emergente. Resta agora descobrir como responderá Porro às exigências do próximo patamar. Nós cá estaremos para o medir, mas até lá…

… parabéns Pedro Porro, Jogador Revelação GoalPoint Ratings de 2020/21!
Não perca, nos próximos dias, o anúncio do Jogador do Ano GoalPoint e dos 33 Magníficos da Liga.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.