Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo

-

10. Hulk

Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo - Hulk
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

A liga russa pode não ser o maior teste para as qualidades de um jogador como Hulk, no entanto o ex-“dragão” foi por larga margem o jogador mais decisivo para o campeonato ganho pelo Zenit, levando tudo à frente nos “tops” como leva em campo, e dominando os rankings de golos, remates, assistências, ocasiões criadas e ainda dribles certos. Para além disso esteve em grande também nas competições europeias, sobretudo nos cinco jogos que disputou na Champions League esta época, afirmando-se definitivamente como um dos maiores desequilibradores do futebol actual. Fica sempre a sensação de que geriu mal a carreira e que, provavelmente, já é tarde para chegar ainda mais alto, mas isso não tira o mérito ao que faz em campo. Hulk foi o décimo melhor jogador do Mundo no ano de 2015.

9. David Silva

Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo - David Silva
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

David Silva é o “maestro” na orquestra de estrelas que é o Manchester City. Aos 29 anos atingiu provavelmente o auge da sua maturidade futebolística, e se os “citizens” foram o mais sério concorrente do Chelsea na luta pela Premier League, muito o deveram ao espanhol. A criar oportunidades de golo só é batido pelo outro “maestro” da prova, Mesut Özil, mas David Silva tem ainda a vantagem de rematar mais que o alemão e de fazer mais golos sobretudo de bola parada. São jogadores como David Silva que dão esperança ao Mundo numa espécie quase em vias de extinção: o nº 10. Esperemos que se mantenha pelo topo muito tempo.

8. Riyad Mahrez

Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo - Mahrez
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Talvez a maior surpresa do “top 10”, mas só para quem não o conhece. Já mereceu uma peça só para ele, tal a sensação que causou o seu início de época 2015/16 e o arrebatamento que causam os seus números, ao ponto de, não tendo jogado provas europeias, conseguir lugar no nosso “top 10” entre a elite mundial.

Extremo rapidíssimo e incrivelmente ágil, joga preferencialmente no flanco direito, de onde gosta de cortar para dentro, seja para rematar, seja para assistir. Essa versatilidade valeu-lhe terminar o ano civil com 15 golos e oito assistências. Se ainda não o conhece, acredite no “hype”. Ele tem razão de ser, estatística, visual, e até quando levamos em conta idade. Mahrez tem apenas 24 anos e não demorará a dar o salto para um dos melhores clubes do Mundo.

7. Mesut Özil

Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo - Ozil
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

O rei dos passes para golo. O melhor do Mundo a dar prendas em forma redonda. Vê o que muitos não vêem e executa com a precisão que poucos conseguem. Vinte foram as assistências para golo que fez durante o ano, uma pequena parte das 149 oportunidades de golo que criou para os seus colegas.

Números impressionantes, sobretudo na Premier League, e só pelo apagado desempenho europeu não está ainda mais acima no ranking. No entanto, continua a ser uma delícia vê-lo jogar, e felizmente teremos oportunidade de o ver no Verão, a mexer mais uma vez os cordelinhos da “mannschaft”.

6. Eden Hazard

Pepita de Ouro GoalPoint™ 2015: Os melhores do Mundo - Hazard
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Parece que já foi há uma eternidade, mas Eden Hazard esteve de facto soberbo em 2015, ou pelo menos na sua primeira metade. Foi considerado quase unanimemente como o melhor jogador da Premier League e carregou às costas a equipa de Mourinho para o título interno.

Os números do belga quando está na sua melhor forma impressionam, sobretudo ao nível da capacidade de desequilíbrio, registando uma média de 6,8 tentativas de drible a cada 90 minutos de jogo, e conseguindo uma eficácia de 62% nessas mesmas tentativas. Para se ter uma noção relativa, Cristiano Ronaldo tem uma média de 3,4 tentativas, com uma taxa de sucesso de 40%. Melhor que o melhor Hazard nesse parâmetro, só Lionel Messi, pena que não o tenhamos visto durante o ano todo.

>> NA PRÓXIMA PÁGINA: A CAMINHO DO TOP

Hernâni Ribeiro
Hernâni Ribeiro
Formado em estatística e gestão de informação, e Data Scientist profissional. É Head of Analytics na GoalPoint e responsável pela GoalPointPro