Porto | Falta de pontaria inédita na Liga 👓

-

O empate do FC Porto, 1-1, no terreno do Desportivo das Aves, mostrou uma outra face do “dragão” esta temporada, e que faz recuar a análise estatística algumas épocas. Os comandados de Sérgio Conceição vieram de um jogo exigente na Liga dos Campeões, na terça-feira, com o Besiktas, e esse facto pode explicar em parte algum sub-rendimento, por natural fadiga. Mas explicará a má pontaria?

O final do jogo nas Aves mostrou uma equipa rematadora, com 16 disparos à baliza de Quim, mas o que poderá deixar os adeptos portistas preocupados é a pontaria. Desses 16 remates, o Porto apenas enquadrou um com a baliza, precisamente o do golo de Ricardo Pereira. A partir daqui foram oito sem a melhor direcção (um deles numa ocasião flagrante de Aboubakar), e sete “tiros” bloqueados pela defesa do Aves. Um só remate enquadrado mostra uma eficácia de remate reduzida, neste caso a mais baixa da temporada para o “dragão”, caso único para a equipa em 2017/18, como pode conferir no quadro abaixo com os jogos menos eficazes do Porto no disparo.

[vc_table vc_table_theme=”classic”][bg#000000;c#ffffff]Jogo,[bg#000000;c#ffffff]Jornada,[bg#000000;c#ffffff]Remates,[bg#000000;c#ffffff]Remates%20enquadrados|D.%20Aves%20(fora),[align-center]12,[align-center]16,[align-center]1|Tondela%20(fora),[align-center]2,[align-center]16,[align-center]4|D.%20Chaves%20(casa),[align-center]5,[align-center;b]17,[align-center;b]5|Rio%20Ave%20(fora),[align-center]6,[align-center]13,[align-center;b]5|Boavista%20(fora),[align-center]10,[align-center]12,[align-center;b]5[/vc_table]

Fonte: GoalPoint / Opta

Naturalmente é nos jogos fora que o Porto tem menos caudal e menor eficácia ofensiva, mas nunca até agora, esta temporada, os “dragões” haviam enquadrado menos de quatro remates, algo bem abaixo das médias da época:

  • Até ao jogo na Vila das Aves, o Porto registava na Liga NOS 2017/18: 18,1 remates por jogo; 41,7% de remates enquadrados; 15,1% de taxa de concretização em golo.
  • Na partida deste sábado, o “dragão” conseguiu os seguintes números nas mesmas variáveis: 16 remates; 6,3% de remates enquadrados; 6,3% de taxa de concretização em golo.
  • Olhando para as últimas épocas, é necessário recuar à 33ª jornada da época 2014/15, num jogo a 17 de Maio de 2015, ante o Belenenses, no Estádio do Restelo (1-1), para ver o FC Porto registar apenas um remate enquadrado.
  • Nunca o Porto esta temporada tinha consentido tantos remates de um adversário, 15. Os anteriores registos mais altos foram 12 disparos permitidos, em casa com o Portimonense (que enquadrou seis, o máximo da época de um adversário dos “dragões”) e fora com o Sp. Braga.
  • Na época passada apenas por uma vez, no Estádio da Luz, frente ao Benfica, o Porto permitiu mais do que 15 remates (20).

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.