A poucos dias do início da época oficial do FC Porto, os “dragões” vão jogar a Supertaça com apenas um lateral-esquerdo de raiz no plantel: Alex Telles. O ucraniano Oleg fez a pré-época, mas já foi dispensado por Sérgio Conceição, por isso os “dragões” estão naturalmente no mercado por uma alternativa a um dos melhores jogadores da Liga NOS 17/18.

Um dos laterais-esquerdos mais bem cotados da Europa actualmente, é difícil, por isso, encontrar alguém que esteja à altura dos números de Alex Telles. Porém, aqui ficam quatro possíveis soluções para preencher a vaga.

Douglas Santos
24 anos, Brasil, Hamburgo (€5M)

GoalPoint-Douglas_Santos_2017_vs_Alex_Telles_2017-infog
Clique para ampliar

O Hamburgo desceu à segunda divisão alemã e este jovem internacional brasileiro deverá andar à procura de um novo desafio na sua carreira. Fortíssimo na capacidade de desarme e na marcação, é defensivamente que Douglas mais se destaca, mas também revela uma capacidade interessante para subir no terreno e cruzar com precisão. Tem que melhorar ao nível do passe, talvez a sua principal pecha.

Jérôme Roussillon
25 anos, França, Montpellier (€8M)

GoalPoint-Jérôme_Roussillon_2017_vs_Alex_Telles_2017-infog

Este internacional francês nas camadas jovens vem de uma época excelente, onde foi uma das figuras do Montpellier. É a nível ofensivo que as suas principais características vêm ao de cima, e não é por acaso que também pode actuar como extremo. Roussillon é um velocista nato que não tem qualquer problema em usar o drible para chegar à linha de fundo. Aí revela uma boa capacidade de definição, e tem números semelhantes a Alex Telles nas assistências de bola corrida.

Renê
25 anos, Brasil, Flamengo (€1,75M)

GoalPoint-Renê_2018_vs_Alex_Telles_2017-infog
Clique para ampliar

Em 2016, ainda ao serviço do Sport Recife, foi um dos melhores laterais-esquerdos do Brasileirão, também nomeado por nós aqui, o que lhe valeu uma transferência para o Flamengo. Demorou a afirmar-se no “Mengão”, mas em 2018 tem sido o dono do lugar na caminhada vitoriosa do clube do Rio de Janeiro. Renê tem um enorme pulmão, é dos melhores do campeonato a cruzar e, tal como Alex Telles, é forte a bater bolas paradas. Defensivamente também tem números muito acima da média.

Robin Gosens
24 anos, Alemanha, Atalanta (€2,5M)

GoalPoint-Robin_Gosens_2017_vs_Alex_Telles_2017-infog
Clique para ampliar

Apesar de ser alemão, Robin Gosens fez quase toda a sua carreira sénior na Holanda, até ser contratado no passado Verão pela Atalanta. Em Itália fez 17 jogos titular na sua primeira época e confirmou os predicados que trouxe dos Países Baixos. Gosens é fortíssimo na marcação e raramente é ultrapassado em drible, partilhando ainda com Alex Telles a boa capacidade no jogo aéreo, graças ao seu 1,84m. Tecnicamente será o menos evoluído dos quatro, mas sabe defender-se das suas limitações e perde muito poucas vezes a bola.