Portugal | Moutinho ou João Mário no apoio?

Passados dois jogos conferimos o desempenho de Moutinho e e João Mário e lançamos a questão: quem deve jogar? Ambos? Em que posições? Confira e decida.

Depois de visitarmos o comparativo entre Danilo Pereira e William Carvalho lançamos outro tema à discussão: deve João Moutinho manter o papel principal de apoio a ataque no meio-campo de Portugal ou deve essa tarefa ser entregue a, por exemplo, João Mário (o único jogador com o perfil, para o qual temos dados de desempenho Euro 2016).

A discussão fica para quem nos segue a nós cabe-nos apresentar… os números. Aqui estão.

Portugal | Moutinho ou João Mário no apoio?
Clique para ampliar

Antes de mais, é importante ter em conta que os números acumulados por João Mário surgiram no cumprimento de outras funções (médio-ala), mais coerentes aliás com o papel desempenhado pelo médio leonino durante a época (Sporting) mas nem por isso limitativas do seu DNA: um “oito” ou até mesmo “dez” com muito para oferecer, tal como Moutinho.

Por estas razões retirámos deste comparativo variáveis que não faziam sentido comparar no contexto dos dois jogadores (ex. cruzamentos) mantendo apenas aquelas às quais faz sentido atentar na discussão de quem deve ser o “8/10” frente à Hungria.

A favor de Moutinho joga sobretudo a frequência de passe. O médio do Mónaco fez mais passes por 90 minutos que o sportinguista, com igual eficácia, somando até mais passes eficazes para o último terço (22 p/ 90m vs 20 de J. Mário).

No entanto o jovem “leão” ganha vantagem noutras variáveis: fez mais passes para ocasião (4), recuperou mais vezes a posse e somou o mesmo número de acções defensivas novamente, tudo isto com menos minutos de jogo. Também por isto (e bastantes mais variáveis não abordadas nesta infografia mas contempladas) João Mário apresenta um GoalPoint Rating superior.

Dois grandes jogadores, dois registos diferentes, até agora neste Europeu.

Posto isto…
…devem alinhar os dois frente à Hunigria?
Em que posições?