O FC Porto desperdiçou a vantagem alcançada na Rússia, na semana passada, e foi eliminado da Liga dos Campeões, logo na terceira pré-eliminatória. Os “dragões” irão, assim, falhar a Champions pela primeira vez desde 2010/11, indo agora disputar a fase de grupos da Liga Europa.

O jogo começou muito mal para os homens da casa. Logo aos três minutos, e na sequência de um canto da direita, a bola chegou a Tonny Vilhena ao segundo poste e este, sem marcação, empatou a eliminatória. Apenas nove minutos volvidos os russos ampliaram, por Shapi Suleymanov, num rápido lance de contra-ataque a apanhar em contra-pé a equipa do Porto após uma perda de bola junto à área contrária. E o mesmo jogador fez o 3-0 aos 34, com um belo remate cruzado do lado direito. Tudo muito difícil para os portistas, numa primeira metade para esquecer.

Mas os “azuis-e-brancos” não desistiram e, no segundo tempo, partiram para cima dos russos, chegando ao golo aos 57 minutos, num belo cabeceamento de Zé Luís na sequência de um cruzamento do inevitável Alex Telles. Um golo que deu esperanças e estas aumentaram aos 77, quando Luis Díaz, de fora da área, rematou forte e colocado para o 3-2. Havia tempo para chegar ao empate e ao apuramento, mas os visitantes fecharam-se e seguraram a vantagem escassa, que os coloca no “play-off”.

Nota: Esta partida não incluiu a cobertura habitual GoalPoint por não ter sido alvo do nível de recolha estatística Opta fundamental ao nosso trabalho analítico complementar.