Problemas com o “spray invisível”

A Premier League instituiu nesta época a utilização do célebre “spray” na marcação de livres, usado também no Mundial 2014. No entanto, no jogo que opôs o Arsenal ao Crystal Palace o árbitro evidenciou alguma falta de entrosamento com o dito spray, e quem pagou foi Santi Cazorla.