“Velhos são os trapos”. Este é um lugar comum muito utilizado no futebol, mas há poucas Ligas no Mundo em que a expressão assenta tão bem como no caso da Serie A italiana. O “calcio” não aceita de ânimo leve que um jogador seja considerado “acabado” só porque entrou na casa dos 30. E não raras vezes vemos jogadores a actuar ao mais alto nível muito perto dos 40 anos de idadevide os casos de Gianluigi Buffon, agora no Paris Saint-Germain, ou de Francesco Totti, que abandonou os relvados pela Roma aos 40 anos e 243 dias.

Assim, podemos afirmar que Fabio Quagliarella é um jovem. Pelo menos nos parâmetros do futebol transalpino. O antigo jogador do Torino, Fiorentina, Udinese, Nápoles e Juventus, entre outros emblemas de menor expressão, está há cinco temporadas na Sampdória e arrisca-se a completar, aos 36 anos (feitos esta quinta-feira, dia 31 de Janeiro), a melhor temporada a nível individual no campeonato transalpino. E está a um passo de bater um recorde ao alcance de poucos.

GoalPoint-Italian-Serie-A-2018-Fabio-Quagliarella-infog
Clique para ampliar

 

O internacional italiano soma já 16 golos em 20 jogos na Serie A de 2018/19 – mais seis assistências, ou seja, envolvido directamente em 22 tentos –, estando a somente três do seu registo máximo na prova, estabelecido precisamente em 2017/18, mas num total de 35 partidas. Desta feita, o avançado vai já em 11 jogos consecutivos a marcar esta época no campeonato transalpino, uma marca que foi anteriormente fixada pelo argentino Gabriel Batistuta entre Setembro e Novembro de 1994.

A série de jogos do italiano a facturar começou a 28 Outubro de 2018, ante o Milan. Caso marque no jogo deste sábado no terreno do Nápoles (agendado para as 17h00 portuguesas), Quagliarella fixa um recorde de 12 jogos seguidos a marcar na competição numa só temporada, algo verdadeiramente histórico. Um momento de forma sublime que lhe valeu inclusive a chamada, esta sexta-feira, à selecção de Itália, orientada por Roberto Mancini, a primeira convocatória desde 2010.

JornadaJogoGolos
21Sampdoria vs Udinese2
20Fiorentina vs Sampdoria2
19Juventus vs Sampdoria1
18Sampdoria vs Chievo1
17Empoli vs Sampdoria1
16Sampdoria vs Parma1
15Lazio vs Sampdoria1
14Sampdoria vs Bologna2
13Genoa vs Sampdoria1
11Sampdoria vs Torino1
10Milan vs Sampdoria1

Os 14 golos de Quagliarella em 11 jornadas consecutivas

O que nos diz a História

  • No caso de Batistuta, o argentino marcou nas 11 primeiras jornadas de 1994/95, mas se levarmos em consideração que facturou também nas duas derradeiras rondas de 1992/93 e que em 1993/94 a sua Fiorentina disputou a Serie B, podemos afirmar que o recorde absoluto de jogos seguidos a marcar na Serie A é de 13 e pertence ao antigo atacante “viola”… só que em temporadas diferentes.
  • O último jogador a marcar em 11 encontros sucessivos nas cinco principais Ligas europeias foi Jamie Vardy, pelo Leicester City, da Premier League. O atacante inglês fez balançar as redes entre Agosto e Novembro de 2015, na caminhada dos “foxes” rumo a um surpreendente título de campeão.
  • A actual série de Quagliarella ainda está longe do recorde estabelecido por Lionel Messi na Liga espanhola, que se cifra em 21 partidas sempre a marcar pelo Barcelona, entre Novembro de 2012 e Maio de 2013.

Já viu este golo de Quagliarella ao Nápoles na 1ª volta? (fora da série seguida de 11 jogos)

  • O bis de Fabio Quagliarella no último jogo na Serie A, ante a Udinese, permitiu-lhe atingir os 143 golos na Serie A, sendo o melhor marcador da competição ainda no activo e a disputar a prova, e possibilitou-lhe a ultrapassagem a Christian Vieri (142 golos) na tabela dos maiores goleadores italianos do campeonato – actualmente é 21º a par de Marco Di Vaio, a seis do 20º, Adriano Bassetto (149 tentos).
  • O melhor marcador italiano de sempre na Serie A é Silvio Piola, com impressionantes 274 golos.