Real Madrid 🆚 Barcelona | “Blancos” ultrapassam catalães 🔥

-

GoalPoint-Real-Madrid-Barcelona-Spanish-La-Liga-202021-Ratings
Clique para ampliar

Tudo embrulhado no topo da Liga espanhola. O grande “el clásico” caiu para o lado do Real Madrid, que venceu por 2-1, fruto de uma primeira parte em que foi extremamente competente no ataque. O Barcelona teve mais bola e iniciativa, mas só no segundo tempo criou perigo, marcando um golo insuficiente para impedir a queda para o terceiro lugar, com 65 pontos, menos um que os “merengues”. O Atlético, líder, tem os mesmos 66 que o Real, mas só joga este domingo, em casa do Bétis.

Primeira parte para esquecer por parte dos visitantes, que chegaram a Madrid a querer mandar no jogo, conseguiram, mas saíram para o descanso a perder de forma clara. O Barça registou 67% de posse de bola no primeiro tempo, incríveis 22 acções com bola na área “merengue”, mas mostraram muita cerimónia e só remataram seis vezes, menos duas que o Real. Os homens da casa aproveitaram para marcar dois golos, o primeiro num excelente desvio de calcanhar de Karim Benzema, logo aos 13 minutos, a cruzamento de Lucas Vázquez da direita.

Ainda antes da meia-hora, os anfitriões ampliaram. Livre à entrada da área, Toni Kroos atirou forte, a bola ainda desviou em Sergiño Dest e traiu Marc-André Ter Stegen. Um rude golpe para os visitantes, que mostravam-se competentes a ter a bola, a circulá-la, mas no último terço não souberam o que fazer com ela.

O Barça voltou a mandar nos acontecimentos na segunda parte e foi muito mais perigoso do que na primeira, empurrando o real para a sua defesa e impedindo os “blancos” de chegarem com perigo junto à baliza catalã. E em cima da hora de jogo, Óscar Mingueza, no coração da área, desviou para o 2-1. Ainda havia tempo para o empate, ou mesmo para a “remontada”, pelo que os comandados de Ronaldo Koeman partiram para o ataque.

Contudo, os madridistas souberam segurar a vantagem e, até final, realce apenas para a expulsão de Casemiro, que viu dois cartões amarelos de rajada, aos 89 e 90 minutos.

Lionel Messi 7.3 – Num jogo de muita luta e domínio (em vão) do Barça, a estrela dos catalães acabou por ser a que mais brilhou a nível individual. O argentino foi o mais rematador do encontro, com sete disparos, dois enquadrados, fez dois passes para finalização, incríveis 15 passes ofensivos valiosos, teve sucesso em dois de três cruzamentos, somou nove acções com bola na área contrária e completou sete de 15 tentativas de drible, seis no último terço.

Thibaut Courtois 6.3 – Perante a pressão catalã, o melhor entre os da casa foi o seu guarda-redes. O belga fez três defesas, duas a remates na sua grande área, e foi um dos responsáveis por o Barça não ter conseguido anular a vantagem “blanca”.

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.